O que acontece com o corpo depois do parto? 6 mudanças que ninguém te conta

assoalho pelvico feminino 0117 1400x800
decade3d - anatomy online/Shutterstock

Gerar e ter um bebê é maravilhoso sim, mas muitas mamães não imaginam ou não conhecem toda a transformação que ocorre em seu próprio corpo além do crescimento do feto dentro de sua barriga.

A gravidez é muito mais do que os nove meses em que o bebê fica dentro do útero. Depois do parto, começa mais uma árdua (mas também deliciosa) tarefa, a de equilibrar o nosso corpo, transformado pelos hormônios da gestação. Abaixo, listamos algumas mudanças que não são regra, mas que podem acontecer com você e que pouca gente comenta.

Mudanças depois do parto que ninguém conta

parto nascimento bebe 0817 1400x800
Natalia Deriabina/Shutterstock

Sangramento: é normal ter uma secreção vaginal de cor avermelhada nos primeiros dias pós-parto. O corpo também pode ter pequenas hemorragias que fazem parte do processo de recuperação do útero, que se contrai no pós-parto. Com o tempo, esses sangramentos ficam mais espessos e desaparecem. Caso permaneça, consulte seu médico.

Contrações: é o útero voltando ao seu tamanho normal, recompondo os vasos sanguíneos que se rompem durante o parto. Vale destacar que essas contrações estão bem longe de serem doloridas como as que temos durante o nascimento do bebê. É como uma leve cólica menstrual.

Incontinência urinária: faz parte do reequilíbrio de seu corpo. Os órgãos mudam de posição conforme os bebes crescem dentro da barriga, retornando às suas posições iniciais. Com a bexiga não é diferente, e essa mudança pode causar um vazamento involuntário de urina. Para evitar sujar ou molhar a calcinha, use um protetor diário.

cancer de bexiga 1400x800 0917
xraycomputer/shutterstock

Peso: para algumas mamães, o emagrecimento é natural, especialmente aquelas que conseguem amamentar normalmente. Muitas pessoas dizem que o bebê ‘mama’ os quilos ganhados pela mamãe durante a gravidez. Mas não se cobre para perder esse peso o quanto antes. Se o corpo levou 9 meses para se adaptar ao bebê, ele leva de 9 a 12 meses para voltar ao que era antes da gestação, em um processo natural e gradativo.

Aumento do quadril: depois de darem à luz, algumas mamães reparam que seus quadris estão maiores, nada mais nada menos que resultado da preparação para receber o bebezinho. Os ossos se abrem para a passagem do neném, e podem voltar ou não à posição inicial.

Ressecamento vaginal: a lubrificação da vagina diminui nos primeiros dias pós-parto. Porém, pode se prolongar por semanas e até meses, dificultando inclusive as relações sexuais. Mas fique tranquila, com o tempo também vai melhorando. De qualquer forma, se a ‘secura’ se mantiver por muito tempo ou piorar, é recomendável que procure seu médico.

depressao pos parto mae bebe 0917 1400x800
SolStock/iStock

Fique de olho:

Depois do parto, as mamães devem estar atentas a todos os sintomas. O sangramento que não para pode indicar inflamação no útero, conhecida como endometrite. Dor e vermelhidão nos seios podem significar mastite, o que costuma ocorrer com mamães de primeira viagem.

As recém-mamães também devem ficar alertas ao risco de ter trombose. Se reparar um inchaço nas pernas, acompanhado de vermelhidão e dor, procure um vascular. Após o nascimento do bebê, é normal chorar... mas de alegria é muito melhor, não é mesmo? Portanto, ao sinal de uma tristeza profunda, fique atenta às possibilidades de ser uma depressão pós-parto.

E nosso corpo, vai voltar ao normal? Vai sim. E o melhor: acompanhado de um sorriso lindo dos nossos bebês!

Maternidade