mulher

Parto de Monica Benini foi preparado com exercício que ajuda nascimento humanizado

monica benini gravidez junior 092017 1400x800
monicabenini/junior_lima/Instagram

Monica Benini e Junior Lima tiveram o primeiro filho, o pequeno Otto, em 1º de outubro. E o dia do parto foi bastante aguardado e planejado para que a mamãe estivesse preparada para o parto humanizado.

Na reta final da gestação, a designer de joias relatou em seu blog como cuidou do corpo e da mente, e revelou uma dica preciosa para as mamães que desejam se preparar de alguma forma para dar à luz.

"Eu pratiquei uma yoga específica de preparação para o parto e foi uma experiência maravilhosa. Segundo as palavras da minha professora: 'Vivenciar a yoga para o parto, durante a gestação, oferece à mulher um mergulho no gestar e no contato com o bebê dentro da barriga, ampliando a consciência de tudo que significa gerar uma vida dentro de si mesma'", diz.

Yoga para gestantes

yoga para gestantes 0917 1400x800
Pressmaster/Shutterstock

A yoga para gestantes é bem semelhante ao método tradicional da prática, entretanto, algumas posturas são adaptadas para que não traga desconfortos e riscos para a mamãe e para o bebê.

Além disso, algumas posições devem ser evitadas, como as que proporcionam torções intensas na coluna, que colocam a barriga para baixo e as que forçam o abdômen.

“Além do ritmo da aula ser diferente, há algumas posturas mais indicadas para as gestantes, como a aberturta de quadril e várias outras que alongam a região do ciático, que costuma ficar sensível neste período, e da lombar, para aliviar as dores locais”, diz a professora de yoga para gestantes, Raquel Peres.

Benefícios da yoga para gestantes

Além de proporcionar alívio das dores características da gestação, principalmente nas regiões da lombar e das costas, a prática da yoga dá mais energia à mamãe, favorece o conhecimento do seu próprio corpo e a respiração, que pode ser fundamental para quem deseja ter um parto natural e/ou normal.

“O maior beneficio da yoga é a percepção do corpo que, além de promover uma maior conexão entre a mãe e o bebê, favorece os partos naturais e normais, pois quando a mulher conhece a região do assoalho pélvico e do períneo, o parto flui de forma mais tranquila”, afirma.

Com a agitação do dia a dia, a yoga é o momento em que a mãe tira um tempo para relaxar, para fortalecer os laços com seu filho que está a caminho e se conectar energicamente com ele.

E como desenvolver esta conexão com a criança é muito fácil para a mãe, que está gestando, do que para o pai, é interessante que ele participe de algumas aulas para desenvolver este laço com o bebê.

Quem pode praticar?

gravida meditacao gestante 1116 1400x800
g-stockstudio/istock

Segundo a profissional, toda e qualquer gestante pode praticar yoga, mas é necessária uma autorização médica para assegurar-se que não há alguma contraindicação que possa colocar sua saúde em risco.

Nos casos das mamães que possuem pressão alta, por exemplo, deve-se evitar algumas posturas que favorecem o aumento da pressão arterial, como as que colocam as pernas para cima.

“A aluna que não tiver nenhuma contraindicação para praticar atividades físicas pode trabalhar tranquilamente as posturas durante as aulas, já as que tiverem restrições podem trabalhar a respiração, a meditação e o relaxamento”, diz Raquel.

Há riscos ao praticar yoga?

Muitas mamães temem que a atividade física possa comprometer a saúde do seu bebê, principalmente aquelas que ainda estão nas primeiras 12 semanas de gestação, que é caracterizado como o período mais sensível gravidez.

Entretanto, Raquel Peres afirma que a yoga não traz nenhum risco para a mãe e nem para o feto, muito pelo contrário:

“As gestantes podem praticá-la em qualquer mês de gestação, quanto antes ela começar, antes os benefícios virão. A yoga, sem dúvida alguma, não levará ao aborto, mas é importante que as mamães tenham a liberação médica e considerem seu histórico de saúde, para que não exista nenhum mito de que a prática da atividade pode ser prejudicial ao bebê”, finaliza.

Atividade física e gestação