mulher

Toda grávida vai entender o turbilhão emocional que Sheron Menezzes está vivendo

sheron menezzes gravida 0917 1400x800
sheronmenezzes/instagram

Sheron Menezzes está na contagem regressiva para estrear na função de mamãe. Grávida de oito meses de um menino, a atriz falou à revista Quem sobre as expectativas em torno da chegada de seu primeiro filho com o marido, Saulo Bernard, e ainda comentou sobre todas as mudanças físicas e emocionais que vem enfrentando ao longo da gestação. 

Emoções na gravidez

Na entrevista, Sheron diz que se sente outra pessoa depois que engravidou, transformando a maneira de ver o mundo e as pessoas ao seu redor. Uma das grandes mudanças, segundo a atriz, foi sentida justamente em seu jeito ansioso e, por vezes, explosivo.

“Sempre fui muito ansiosa, mas a maternidade me deu mais paciência, que eu não tinha. Foi instantâneo. Estou muito mais calma, paciente e serena. Eu não era essa pessoa, eu era extremamente irritada. Eu ficava irritada e explodia. Hoje eu tenho mais discernimento, talvez. Estou mais tolerante com as coisas, com as pessoas”, afirmou.

Outro ponto que Sheron aprendeu foi não fazer julgamentos de outras mães, especialmente em situações delicadas com os filhos. “Quando a gente não é mãe, a gente é mãe perfeita. Vê a criança chorando e pensa ‘ah, se fosse meu filho!’. Mas, quando está na sua barriga, você fala ‘eu não sei’. Eu não sei o que eu vou fazer quando meu filho se jogar no chão no meio do shopping. Só vou saber no dia que ele se jogar”, ponderou.

Determinada, a atriz contou também que sempre foi acostumada a fazer as coisas de seu jeito, mas entendeu que precisaria de ajuda na gravidez. Com muitas atividades em andamento, Sheron assumiu a necessidade do apoio da família e dos amigos apenas no quinto mês de gestação.

“Estava muito cansada, muito estressada. Era peça, novela, quartinho, enxoval. Entendi que eu precisava delegar. Mas ninguém entende que eu preciso de colo e ajuda até eu pedir, sentar e chorar que nem uma criança e dizer: ‘preciso de vocês, eu não estou dando conta mais’. Foi muito difícil para mim pedir ajuda, queria que me dessem ajuda sem eu ter que pedir. (...) É muito legal estar grávida, mas é muito estressante, é muito cansativo”, desabafou.

Presença do pai na gestação

Sobre a relação com o marido, a atriz contou que reserva um período do dia para que ele mesmo passe hidratante em sua barriga de grávida e tenha um momento de carinho em família. De acordo com ela, é uma forma amorosa de envolver o pai na gravidez.

“Na gravidez, a mulher quer mais atenção, quer que o parceiro saiba o que a gente está passando. E isso é difícil, então faço questão de falar que estou sentindo de tal forma. É uma questão de verbalizar mais a coisas. Eu tive fases de querer mais atenção, menos carinho, mais cafuné, menos cafuné... São fases da gravidez e cada gravidez é uma gravidez.”

Sheron adiantou na entrevista que planeja ter seu filho por parto “normal, natural e sem anestesia” dentro do hospital, com acompanhamento de sua médica e de uma doula. “Quero um parto humanizado, que nada mais é do que respeitar o desejo da mãe. Isso é parto humanizado. Até a cesárea pode ser humanizada se respeitar a vontade da mãe”.

Curiosidades sobre gravidez