O que é o problema que fez Eliana se afastar da TV e por que é perigoso para o bebê?

eliana filho maternidade 052017 1400x800
Eduardo Martins/AgNews

Eliana, grávida do segundo filho, teve que se afastar provisoriamente da televisão. A decisão foi tomada depois que a apresentadora teve um descolamento de placenta, problema que pode desencadear um parto prematuro ou óbito fetal.

Grávida de 21 semanas, Eliana espera uma menininha, fruto do seu relacionamento com o diretor de TV Adriano Ricco. A apresentadora surpreendeu a todos quando, aos 43 anos, revelou em rede nacional que Arthur, seu primeiro filho, de 5 anos, ganharia uma irmãzinha.

À revista Claudia, durante uma participação especial no mês das mães, Eliana já havia comentado que enfrentava problemas com a gestação. No primeiro trimestre, ela chegou a ser submetida a um procedimento cirúrgico para assegurar a continuação do desenvolvimento do bebê.

A informação recente sobre o problema foi divulgada pelo colunista Ricardo Feltrin, do site de notícias Uol. Logo depois, a apresentadora usou suas redes sociais para se pronunciar.

Ao postar uma foto da barriga de grávida, ela explicou, com muita delicadeza, o que está acontecendo. “Estou em repouso por ordens médicas. Farei de tudo para que ela cresça e se desenvolva da melhor maneira possível aqui dentro. Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta”, escreveu.

Embora seu quadro seja estável, Eliana está de repouso absoluto. A recomendação é comum e tem como principal objetivo manter o bebê o maior tempo possível dentro do útero.

View this post on Instagram

Fazemos tudo por nossos filhos e já estou cuidando da minha pequena ainda dentro da barriga com muita dedicação. Por conta de um desses acontecimentos que não podemos controlar, apenas aceitar, estou em repouso por ordens médicas. Farei de tudo para que ela cresça e se desenvolva da melhor maneira possível aqui dentro. Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta. Sei que não depende só da minha vontade e do meu esforço, mas farei o impossível para trazer o meu fruto da melhor maneira que Deus permitir. Enquanto escrevo aqui na cama, sem poder levantar para nada, nada mesmo, lágrimas de dúvidas e medo escorrem pelo meu rosto. Mas tenho fé que em breve trarei boas notícias. Lidar com essa angústia é um exercício diário de paciência, consciência e amor. Arthur me ajuda muito nesse desafio. Ele está sempre comigo qdo volta da escola. Este é o melhor momento do meu dia, pois seu astral e alegria enchem meu coração de esperança. Juntos, nós desenhamos, conversamos e brincamos na medida do que eu posso. Ele está até se divertindo ao escalar a minha cama, que é alta, quando vem fazer desenhos ao meu lado para relatar o seu dia. Seu carinho comigo e com a irmã emociona quem vê. Já passa a mãozinha na barriga e conversa com ela dando o seu "Oi irmãzinha". Não conheço criança mais doce que ele... Adriano e minha mãe também me ajudam bastante. Sempre me doei em tudo o que fiz. Mas nunca fiz nada sozinha, pois estive cercada de pessoas igualmente envolvidas e dedicadas. Desta vez, agradeço a paciência de todos que me acompanham, incluindo meus queridos da produção, diretores do SBT e a família Abravanel, em especial ao Silvio Santos, pois pela primeira vez, em tantos anos, me retiro dos palcos temporariamente por um bem maior e com o apoio amoroso e sincero de todos. Tenho certeza que Patricia fará tudo com muito respeito, carinho e será um sucesso! Eu estarei assistindo realizada. É hora de me tranquilizar. Vou terminando por aqui. Acho que já escrevi demais. Agradeço, confio e entrego em suas mãos Senhor. Em nome da minha família desejo que a sua seja abençoada. Já estou com saudades. Até breve❤️

A post shared by Eliana Michaelichen (@eliana) on

Descolamento de placenta: o que é

A placenta é um órgão formado durante a gravidez que se fixa no útero. Ela é a responsável pela chegada de nutrientes e oxigênio ao bebê. Por isso, qualquer problema que interfira nesse funcionamento afeta diretamente a saúde da gestação.

Durante todo o período, o órgão fica fixado no útero e, somente após o nascimento do bebê, ele descola e, então, é expelido. O descolamento prematuro de placenta, no entanto, é um problema que surge quando parte do órgão se solta antes de o bebê estar pronto para nascer.

bebe placenta ilustracao 0417 1400x800
7activestudio/iStock

Embora seja pouco comum, o quadro pode ser grave. Isto porque, a depender do período em que ocorre, pode desencadear um trabalho de parto prematuro, diminuindo as chances de vida do bebê ou ainda morte fetal (quando o feto morre ainda dentro do útero), já que o fornecimento de oxigênio e nutrientes fica prejudicado.

O descolamento ocorre quando os vasos sanguíneos que ligam o útero a placenta se rompem – essa ruptura tem níveis e pode atingir de pequenas a grandes regiões, variando a gravidade do problema e, por consequência, dos tratamentos, que incluem, a depender do caso, repouso absoluto, para manter o feto dentro do útero o maior tempo possível ou manipulação medicamentosa, que visa a maturação dos pulmões do bebê para um eventual parto prematuro. Esta é a causa de um dos principais sintomas do problema, o sangramento.

Sinais de descolamento de placenta

mulher gravida silhueta 0517 1400x800
Igor Borodin/shutterstock

Embora seja incomum, há casos onde a placenta se descola, mas não há sangramento suficiente para que a mulher note. Por isso, é essencial destinar atenção a outros sintomas, que incluem dor súbita e intensa abdominal e nas costas e baixa movimentação fetal.

Causas do descolamento de placenta

Hipertensão, ruptura prematura da bolsa amniótica, uso de drogas, álcool e cigarro, gestação múltipla, miomas e antecedentes de descolamento de placenta estão entre os fatores de riscos que aumentam as chances de uma mulher desenvolver o problema. Não há, no entanto, definição exata das causas.

Mais sobre Eliana: