mulher

Doença que parece gripe é muito comum em bebês no frio: cuidado! Médico alerta

bebe doente gripe 01
Souped up designs / Shutterstock

Comum em crianças de até dois anos e, especialmente em bebezinhos de até seis meses, a doença é causada principalmente pelo vírus sincicial respiratório. No quadro, os bronquíolos acumulam secreção e inflamam. A mãe do pequeno Rocco (de pouco mais de um mês) Rafa Brites enfrentou a internação angustiante de seis dias em uma incubadora de seu recém-nascido por conta desta virose.

Bronquiolite: inflamação das vias aéras

As doenças respiratórias são  mais comuns nesta época mais fria do ano, com destaque para a bronquiolite, que acomete crianças pequenas de até dois anos de idade. Ela é caracterizada por uma obstrução inflamatória dos bronquíolos (pequenas vias aéreas), geralmente, causada por uma infecção viral. “Assim como a bronquite, que é uma inflamação em outra área do pulmão, ambas são sazonais e ocorrem, principalmente, nos meses de outono e inverno”, explica o infectologista Daniel Wagner.

A transmissão da bronquiolite acontece pelo VSR (Vírus Sincicial Respiratório), cujos sintomas se assemelham aos de uma gripe: coriza, espirros e congestão nasal. O especialista recomenda atenção dos pais nos bebês que, além dos sinais da gripe, apresentam chiado no peito e falta de ar. “Esse é o momento em que é necessário ir imediatamente para o pronto-socorro”, recomenda.

Como se prevenir?

A doença é viral e, portanto, muito difícil de ser completamente evitada. Evitar ambientes fechados, especialmente no outono e no inverno e atentar-se a higienização antes de manusear o bebê e seus pertences (lavar as mãos, usar em álcool em gel), no entanto, pode contribuir para a prevenção.

irmaos bebe cacula 1216 1400x800
JeniceRay/istock

No caso da bronquiolite, não há uma vacina específica para a doença, mas é recomendado pelos especialistas que os pais evitem levar seus filhos para locais com grande acúmulo de pessoas e contato com outras pessoas doentes. É importante também manter a carteira de vacinação em dia para que não haja infecção por outros vírus que possam complicar o quadro atual.

Embora não seja grave, a bronquiolite necessita de atenção. Ao notar tosse persistente, cansaço na respiração e irritabilidade, os pais devem procurar ajuda para evitar que a doença evolua para uma broncopneumonia, por exemplo.

Aprenda outras dicas de cuidado do bebê