mulher

Grávida no avião: soro, roupas adequadas, alimentos proibidos e cuidados essenciais

gravida gestante viagem aviao 0317 1400x800
Nadezhda1906/istock

Estar grávida, caso não seja uma gestação de risco, não deveria impedi-la de fazer quase nada do que fazia antes. Viajar, por exemplo, se não for nas últimas semanas de gestação, é sempre indicado para relaxar, distrair ou ajudar a futura mamãe a preparar o enxoval do bebê. Porém, antes de encarar qualquer plano de viagem, a gestante deve sempre conversar com seu médico sobre todas recomendações necessárias. Conheça algumas informações sobre cuidados antes e ao embarcar:

Recomendações para viagens de avião

A Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo) recomenda às companhias que solicitem uma autorização médica para as gestantes que viajam a partir da 36ª semana (ou 32ª, no caso de gestações múltiplas). A exigência pode variar de acordo com cada companhia aérea. Portanto, a grávida deve verificar com a empresa quais são os procedimentos necessários.

Os trajes e a alimentação também devem seguir alguns cuidados especiais. As roupas precisam ser leves e confortáveis. No dia anterior e durante o voo, evite alimentos que produzam gases, além de chá, café e bebidas com cola, que são diuréticas e aumentam a vontade de urinar. “As grávidas podem ficar desidratadas com facilidade, por isso devem tomar um litro de água a cada seis horas de viagem”, diz o especialista.

Outro ponto a se considerar é que viajar de avião pode fazer com que a grávida fique muito tempo na mesma posição. “Isso dificulta o retorno venoso e causa inchaço maior do que o normal”, explica ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim Gustavo Kesselring. Para evitar o desconforto, o ideal é usar uma meia de média compressão durante o voo, caminhar e fazer exercícios com as pernas enquanto estiver sentada.

É recomendado, ainda, o uso de um soro nasal durante o voo, já que o ar dos aviões é muito seco. O ginecologista afirma que, como há muitas impurezas, isso aumenta o risco de adquirir uma infecção viral, por exemplo. A vacinação também é um fator importante a ser considerado pela grávida. Quando decidir o destino de sua viagem, informe-se sobre a necessidade de vacinação o quanto antes.

Outras curiosidades sobre gravidez