mulher

Recuperação pós parto humanizado é melhor do que os habituais: médico explica

bela gil parto agua 0816 1400x800 2
canaldabela/youtube

O parto humanizado ou humanização do parto é um processo em que toda atenção da equipe médica e ou hospitalar está voltada à gestante e ao bebê. O procedimento visa desconstruir a ideia de que o parto é algo dolorido ou quase insuportável para mulher e o transforma em uma experiência única, saudável, instintiva, compreendida como um ato fisiológico e natural.

Humanização do parto e pós-operatório

Embora não seja muito divulgado pelos hospitais, o parto humanizado é um direito adquirido por lei e apregoado pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério de Saúde, segundo médico ginecologista e obstetra Alberto Guimarães, precursor do Programa “Parto Sem Medo”.

mae com bebe pos parto 0816 1400x800
martin81/Shutterstock

Um dos pontos positivos dessa prática humanizada é que a recuperação após o parto é muito melhor do que o habitual. Em geral, em um parto natural humanizado não é realizada a episiotomia, técnica de corte na região do períneo para facilitar saída do bebê. Assim, a mãe consegue sentar sem tanta dificuldade, além de levantar e tomar banho e ainda consegue amamentar mais rapidamente.

A cesárea pode ser humanizada?

Mesmo a cesárea pode ser considerada um parto humanizado quando há indicação obstétrica e, desde que seja necessária e realizada de forma humanizada. "Isto é, algumas práticas podem ser incorporadas no sentido de se respeitar o contato da pele entre a mãe e o neném, além de procedimentos como o corte tardio do cordão, que podem fazer toda a diferença depois do nascimento", afirma Alberto.

Plano de parto: O que é e como fazer um?