Em desabafo forte após perder bebê, atriz surpreende com história gigante de superação

View this post on Instagram

☺️

A post shared by Maria Gabrielli Machado (@mariagabriellimachado) on

Quase um mês após contar aos seguidores que havia passado por um aborto espontâneo, Maria Gabrielli Machado – atriz de “Malhação” e irmã do jogador de futebol Fernandinho – voltou a desabafar no Instagram fazendo um relato ao mesmo tempo triste e motivador.

Na postagem, a atriz relembrou o aborto espontâneo que ocorreu na 15ª semana da complicada gestação, mas voltou ainda mais na própria história para explicar de que forma a dolorosa experiência a ajudou a crescer.

Depressão, aborto e superação

View this post on Instagram

👀

A post shared by Maria Gabrielli Machado (@mariagabriellimachado) on

Segundo conta, antes mesmo de engravidar, ela sofria com problemas psicológicos desencadeados por um trauma e que, pela falta de auxílio profissional, evoluíram para um quadro de ansiedade, depressão e até uma tentativa de suicídio.

“Quando eu percebi a situação que me encontrava, eu mesma fui atrás de ajuda sozinha e longe, para ninguém perceber. Mudei para o Rio e comecei a me tratar, mas foi chegando uma época em que a agenda de aulas foi apertando e eu acabei deixando de prosseguir com meu tratamento”, narra Maria Gabrielli.

Depois disso, a atriz conta que seguiu com a vida, começou a namorar seu atual noivo e atuou em “Malhação”, mas seguia enfrentando crises de ansiedade, pânico e depressão. Foi nesse cenário que engravidou, e, desde o início, foi avisada de que era uma gestação arriscada.

“Mesmo com sangramento, dores extremamente fortes, distância do meu noivo pois ele teve uma oferta irrecusável de trabalho, eu me mantive firme e com fé que tudo ia passar, que nosso menino ia vir forte, saudável e maravilhoso”, diz a atriz.

Apesar de ter se dedicado à saúde do bebê, a atriz sofreu um aborto espontâneo e sentiu todo o quadro psicológico de anos atrás voltar com força total. "Quando eu soube que o coraçãozinho dele tinha parado, meu mundo caiu e eu perdi o sentido. A Gabrielli perdida e doente de anos atrás voltou", escreveu.

Apesar da dor e da sensação de impotência, porém, a atriz conta que, nesse momento, entendeu qual caminho deveria seguir.

“A missão do meu filho não era me unir ao pai dele, aos meus amigos ou à minha família, porque isso eu já tinha. A missão do meu Levi foi me unir a mim, cuidar de mim e olhar para mim. A morte dele aconteceu para eu entender que eu tinha muita dor acumulada. Foi só com a morte dele que eu percebi o quão ruim estava a minha situação”, explica Maria Gabrielli.

A atriz conta que, após essa realização, ela decidiu dividir o trauma que desencadeou sua depressão com a mãe depois de anos escondendo a situação de todos e pediu ajuda para superar o problema.

“Tudo isso me fez perceber que sou muito importante e muito amada para desistir de mim”, explica, e reforça o relato com uma mensagem de incentivo. “Depressão é coisa séria, pensamento suicida não é fraqueza, transtorno de ansiedade não é frescura e são coisas que não podemos adiar”, afirma.

Confira o post completo:

View this post on Instagram

💛

A post shared by Maria Gabrielli Machado (@mariagabriellimachado) on

Depressão, ansiedade e mais: