mulher

Forma como esse cãozinho ajuda dona a controlar ataques de pânico é LINDA

cachorro crise panico 0718 1400800
Gentileza de Amber Oliver

Oakley é um cão que ama carinho, petiscos e está sempre ao lado de sua dona. Mas tem algo que faz dele um cachorro muito especial: ele dá suporte emocional a ela e a ajuda a controlar ataques de pânico de uma forma incrível.

Cachorro evita que dona tenha ataque de pânico

Amber Oliver é adestradora de cães e sofre com ataques de pânico. Ela adotou Oakley, um vira-lata resgatado, há 3 anos e resolveu treiná-lo para ajudá-la em momentos de crise.

Segundo ela, treinar um cachorro para ajudar o dono em momentos como este não é fácil. "Pode levar anos para eles aprenderem", afirmou.

cachorro ajuda dona 07 18 1400
Gentileza de Amber Oliver

Oakley, por exemplo, levou 1 ano para aprender a reconhecer os sinais e ajudar a evitar ou acalmar a dona durante uma crise de pânico, mas um vídeo publicado por Amber em seu canal no Youtube, mostra que ele aprendeu direitinho.

Amber compartilhou o momento exato em que o ataque de pânico está prestes a acontecer e Oakley entra em ação para acalmá-la. Veja o vídeo aqui.

Como cachorro pode ajudar em crises de ansiedade?

Ela estava em um aeroporto quando começou a demonstrar sinais de ansiedade. O cachorro, que estava deitado a sua frente, logo percebe, levanta-se rapidamente e vai para perto da dona.

Imediatamente Oakley começa a acariciar as mãos e rosto de Amber, buscando atrair a atenção dela e desviá-la dos sintomas, evitando o ataque de pânico.

cachorro treinado 07 18 1400
Gentileza de Amber Oliver

"Oakley foi ensinado a prestar atenção em meus padrões respiratórios, ritmo cardíaco e mãos. Se ele notar alguma mudança, deve empurrar minhas mãos para longe do meu rosto e tentar chamar minha atenção para ele".

Oakley melhorou qualidade de vida de Amber

Oakley também aprendeu outros truques muito úteis para ajudar Amber durante uma crise. "Ele é treinado para encontrar a saída de edifícios e guiar-me através e fora das multidões".

Ele está sempre observando e prestando atenção em Amber, certificando-se de ajudá-la quando necessário. Mas nem tudo é treinamento, desde o começo, algumas atitudes de Oakley foram espontâneas.

"Inicialmente, ensinei-lhe como interromper um ataque de pânico e perceber que meus padrões de respiração mudavam, mas o cutucão e a força de sua cabeça em minhas mãos foram reações naturais dele", revelou a adestradora.

É evidente que existe uma conexão especial entre eles. "Minha qualidade de vida melhorou drasticamente por causa desse cão. Ele faz um ótimo trabalho. Oakley é uma alma linda e eu tenho muita sorte de tê-lo", finalizou Amber.

Cães ajudam a manter saúde mental em humanos