Há uma iniciativa muito inspiradora por trás do Natal de Marquezine e outras famosas

O Natal é um data marcada pelo amor ao próximo e solidariedade. Sobretudo, para com aqueles que estão em condições mais difíceis. Celebrar este momento com uma nova família e compartilhar esses sentimentos com quem teve um ano difícil foi a forma que Bruna Marquezine, Tatá Werneck, Priscila Fantin e Paloma Bernardi encontraram para fazer de suas noites natalinas ainda mais especiais.

Em seus perfis no Instagram, as atrizes postaram momentos de sua noite de Natal acompanhadas de famílias de refugiados que vivem no Brasil: as famosas abriram suas casas e os acolheram para comemorarem a festa mais importante do cristianismo.

Ação acolhe famílias de refugiados

A ação de acolher uma família de refugiados em casa para a festa de Natal é uma das formas de apoio humanitário promovida pela ONG I Know My Rights (IKMR, Eu Conheço Meus Direitos, em tradução livre).

O objetivo principal da organização é dar suporte a crianças que tiveram que deixar seu país de origem.

Há várias formas de colaborar com o projeto. A ONG distribui brinquedos, promove atividades lúdicas e educacionais, procura manter direitos básicos às crianças e faz o acompanhamento para garantir que estejam amparadas pela sociedade.

Como voluntárias, algumas celebridades receberam famílias com crianças para passarem o Natal todos juntos. 

Tatá Werneck postou um vídeo e contou que, graças à iniciativa, conheceu uma família do Congo composta por "3 crianças e uma mãe forte e guerreira, e seu marido atento , doce e preocupado". 

Paloma Bernardi postou uma linda foto e disse, falando dela e da família, que "Nesse Natal nosso coração foi refúgio para essa família angolana!"

Priscila Fantin postou várias fotos em casa e na praia rodeada de crianças.

E ainda mostrou o coral de crianças da IKMR:

Bruna Marquezine fez alguns "stories" no Instagram mostrando as crianças curtindo a festa de Natal junto com ela e já apoiou a causa em outras ocasiões, como mostra o site da campanha.

Como ajudar

Quem também se interessar em ser voluntário da IKMR pode acessar o site da instituição ou entrar em contato pelo e-mail contato@ikmr.org.

Ações de solidariedade