mulher

Corrente humana com 80 pessoas salva uma família inteira de afogamento em praia

corrente humana panama 1400x800 0717
The Washington Post/Reprodução

Na Cidade do Panamá, uma tarde de sol à beira-mar foi o cenário de uma narrativa que poderia ter terminado em tragédia, mas que mostra como a força da solidariedade pode, de verdade, salvar vidas. No Pier M.B., dez pessoas, sendo seis de uma mesma família, foram salvas de um afogamento em massa graças a formação de uma corrente humana com aproximadamente 80 pessoas.

Corrente humana salva dez pessoas

O episódio começou quando os dois filhos da panamenha Roberta Ursrey, de oito e 11 anos, começaram a perder o controle dentro mar. Quando a mãe notou que a prole estava prestes a afundar, se lançou ao mar para tentar salvá-los, seguida pelo marido, pelo sobrinho e pela mãe. Outras quatro pessoas que estavam no mar também sofriam com a agitação da água.

"Eu honestamente pensei que iria perder minha família naquele dia", disse Roberta Ursrey ao jornal local Panama City News Herald. Roberta e os outro nove que estavam em vias de se afogarem lutaram contra o mar por aproximadamente 20 minutos antes de serem resgatados.

A praia estava cheia e entre os banhistas estavam os norte-americanos Jessica Simmons e seu marido. O casal estava descansando em um banco de areia quando se deu conta de havia uma tragédia prestes a acontecer. E agiram.

Jessica relatou ao jornal panamenho como a corrente começou a se formar. Diversas pessoas notaram o risco de afogamento em massa e começaram a dar as mãos para estabelecer segurança para todos que estavam em áreas mais distantes da costa e dos bancos de areia.

“Eu sou uma boa nadadora, sabia que poderia sair da corrente e chegar até eles”, disse a norte-americana, que, com auxílio de outros nadadores, puxou as vítimas em direção à corrente humana, que avançou em direção à costa até levar todos à areia em segurança.

“Foi a coisa mais incrível de se ver. Essas pessoas que nem se conhecem e confiaram umas nas outras para levar aquele grupo até uma condição de segurança”, emocionou-se Jessica. “Ainda temos humanidade”, resumiu.

Quem teve mais dificuldades com o episódio foi a mãe de Roberta Ursrey, que teve um infarto assim que chegou à praia, mas foi prontamente atendida por médicos e passa bem, segundo informa o jornal norte-americano The Washington Post.

Sobre o mar