Exercício que deixa o bumbum incrível: mais famosas estão aderindo; aprenda

Quando falamos em endurecer e aumentar o bumbum, o primeiro exercício que nos vem à cabeça é o agachamento. No entanto, existe outro que pode ser ainda mais eficaz para modelar o derrière, deixando-o durinho e lisinho: a escada. E como se tonificar os glúteos já não fosse motivo suficiente para sairmos por aí subindo degraus desde já, o treino ainda tem outra vantagem irresistível: queima algumas boas calorias.

Exercício das famosas para o bumbum

O resultado é tão potente que está conquistando as famosas na base do boca a boca. Foi o que aconteceu com a apresentadora e modelo Giovanna Ewbank, segundo a própria revelou em sua conta no Snapchat. De acordo com ela, durante uma ida à praia com Fernanda Souza, ela quis saber qual era o segredo do "bumbum incrível" da atriz, que revelou ser o simulador de escadas.

De fato, Fernanda já confessou que gosta tanto da máquina que até comprou uma para ter em casa.

View this post on Instagram

Quando "morei" 2 meses em Portugal há uns 3 anos eu fiz muita escada pq meu prédio la nao tinha elevador... Fazia mesmo como atividade física com autorização do meu personal e médico, e senti uma diferença absurda no meu corpo! O bumbum ficou mais arrebitado, o quadríceps mais definido, e o oblíquo ficou do jeito que eu gosto... Depois que vi a matéria do Fantástico nao tive dúvida, comprei um aparelho de escada pra casa! Era um sonho de consumo pra minha saúde, um investimento no meu corpo que é meu instrumento de trabalho... Enquanto ela não chega, vou na escada de casa mesmo! As vezes uma pessoa nao tem grana pra pagar uma academia, então procure seu médico, veja se você pode fazer essa atividade e aproveite as escadas no seu caminho. #FicouAtePoetico #SeJogaNaEscada #NoSentidoFiguradoClaro #NaoFazANazaréTedesco

A post shared by F e r n a n d a S o u z a (@fernandasouzaoficial) on

No ano passado, a atriz contou que sua “paixão” por escadas começou em Portugal, onde começou a subir as escadas do seu prédio. “Senti uma diferença absurda no meu corpo! O bumbum ficou mais arrebitado, o quadríceps mais definido, e o oblíquo ficou do jeito que eu gosto...”, escreveu.

Treino no simulador de escada

Quando sua escada chegou, Fernanda começou a compartilhar fotos do seu treino e acredite: ela subiu 200 andares em 1 hora de treino. E não pense que ela enjoou logo do aparelho. Em seus posts, ela diz amar a sua aquisição.

Sua empolgação com o aparelho é tanta que ela até tem estimulado outras pessoas a aderir à escada. A apresentadora Giovanna Ewbank, por exemplo, revelou em sua conta no Snapchat que começou a praticar a modalidade por causa da atriz. Após minutos de treino, ela mostrou que ficou supersuada devido ao grande esforço demandado pelo aparelho.

giovanna ewbank escada 1016 1400x800
gio_ewbank/Instagram

Gracyanne Barbosa também é adepta da escada. Em seu Snapchat, a modelo mostra que até ela sua muito a camisa para subir os degraus. 

Benefícios da escada

Endurece pernas, coxas e bumbum

De acordo com o educador físico da academia Bodytech André Trombini, por ser contínuo, o exercício melhora o condicionamento físico e é fantástico para fortalecer pernas , coxas e glúteos. Além disso, trabalha indiretamente o core, já que é necessário fazer força abdominal para manter o equilíbrio.

“Para quem está começando, 10 minutos é uma eternidade, o músculo da perna vai fadigar rápido. Mas as mulheres costumam condicionar as pernas bem e, em duas semanas, já é possível ganhar bastante condicionamento muscular”, ressalta. Ou seja, não desista logo na primeira vez. Vale muito a pena insistir no exercício.

Queima calorias

“O exercício é bem intenso, a frequência cardíaca fica alta o tempo inteiro e isso faz com que o gasto calórico seja grande”, explica o profissional.

A quantidade de calorias queimadas varia de acordo com a intensidade que o exercício é praticado, mas Trombini comenta que é possível perder facilmente 300 calorias em meia hora de atividade.

Como fazer

Comece fazendo devagar para ganhar condicionamento físico. Conforme for ficando fácil, você pode aumentar o tempo de atividade física e a intensidade. “Eu sugiro fazer um treinamento intervalado para criar estímulos diferentes e a pessoa sair da zona de conforto”, orienta o educador físico.

No entanto, o treino deve ser individualizado e acompanhado por um profissional do esporte.

Treino intervalado

Como treino intervalado, André sugere alternar a subida normal com subida pulando um degrau. “Ao pisar pulando um degrau, a ativação do glúteo é muito maior porque a pessoa precisa subir a perna acima da altura do quadril, formando um ângulo maior que 90º e, assim, fazendo mais força”, afirma.

Após adquirir um condicionamento físico bom, a indicação do treinador é fazer um minuto de escada normal e 30 segundos pulando um degrau; depois, intercalando 30 segundos de escada normal com 30 segundos pulando um degrau; depois, 1 minuto de cada modalidade, e assim por diante.

Pode fazer todos os dias?

Se você não tiver outra opção de exercício aeróbico, pode praticar o exercício diariamente. Neste caso, Trombini  indica fazer escada normalmente em um dia e escada intervalada no outro. Quem está começando deve fazer o exercício no máximo por dois dias seguidos e descansar no terceiro.

Erros comuns na execução do exercício

Para conseguir o resultado desejado, o educador físico afirma que é importante fazer o exercício corretamente. “Um erro comum é a mulher inclinar o corpo para frente sobre o aparelho para diminuir o peso corporal e ficar mais fácil. Além disso, o certo é tocar o pé no degrau e já subir a outra perna, sem deixar a perna descer com o aparelho”, explica sobre erros que não podem ser cometidos.

O correto é manter a postura e não perder o ritmo, ou seja, subir a escada como se ela fosse fixa, sem nunca deixar o seu corpo descer.

É perigoso?

O educador afirma que não há contraindicações para a escada, exceto se a pessoa estiver com dores nas articulações. O exercício não pode ser feito neste caso. É importante fazer uma avaliação médica antes de iniciar a prática de exercícios físicos para descartar condições que o impeçam de realizar algumas atividades.

Treino na escada