pop

Homenagem póstuma a Chadwick Boseman emociona viúva: discurso foi lindo

chadwick boseman 0820 1400x800 0
Matt Winkelmeyer/Getty Images

O ator Chadwick Boseman, que nos deixou em agosto de 2020, foi o grande homenageado da 30ª edição do Gotham Awards, premiação que celebra atores e filmes independentes que mais se destacaram no ano. Indicado também à categoria de Melhor Ator por “A Voz Suprema do Blues”, o tributo ao ator contou com a participação da viúva, Taylor Simone Ledward.

Emocionada, Taylor falou com carinho sobre o astro de “Pantera Negra”. “Ele foi a pessoa mais honesta que já conheci, porque não só dizia sempre a verdade, mas também procurava por isso nele mesmo e nos que estavam a sua volta. A verdade pode ser muito fácil de ignorar, mas, dessa forma, não é possível viver o propósito divino da vida. E foi assim que ele escolheu viver, um dia após o outro. Imperfeito e determinado”, declarou a viúva.

O prêmio póstumo foi entregue simbolicamente por Andre Holland, que contracenou com Boseman no filme “42”. “Chad foi ganhando trabalhos cada vez mais importantes e permaneceu sempre comprometido ao seu papel. Honrou o chamado cada vez que saiu para trabalhar”, disse o ator.

Ao discursar em nome do marido, Taylor agradeceu e finalizou reforçando o legado inesquecível que o ator deixou para o cinema. “É uma honra receber esse prêmio em nome do meu marido. Um reconhecimento não só ao trabalho, mas ao seu impacto nessa indústria e no mundo. Chad, obrigada, eu amo você, estou muito orgulhosa de você, continue jogando sua luz sobre nós. Obrigada”, disse.

Morte de Chadwick Boseman

chadwick boseman 0820 1400x800
Gareth Cattermole

Ao 43 anos, Chadwick enfrentava uma longa batalha contra o câncer de cólon longe dos holofotes. Enfrentando o terceiro estágio da doença desde 2016, o ator chegou ao seu momento de maior destaque na carreira sem que o público soubesse a dor com a qual ele lidava fora das telas.

“A Voz Suprema do Blues”

a voz suprema do blues 1220 1400x800 1
David Lee/Netflix

O último filme feito por Chadwick foi lançado na Netflix: estrelado por Viola Davis, a “Voz Suprema dos Blues”, conta a história da cantora de jazz Ma Rainey e a disputa musical que travou com seus produtores.

O longa apareceu na lista de indicados do Gotham Awards, mas o prêmio foi concedido ao ator Riz Ahmed pelo filme “A Voz do Silêncio”, lançado pelo Amazon Prime Video.

Tudo sobre Chadkwick Boseman