hacks

Cozinha americana: o que você precisa saber antes de adotar na sua casa

cozinha americana sala 0816 1400x900
karamysh/shutterstock

A chamada arquitetura ‘open space’ está na moda e muita gente tem trocado suas cozinhas tradicionais pela de estilo americano. Popularmente batizada de cozinha americana, o modelo proporciona uma maior integração entre os ambientes, permitindo que quem está na cozinha possa interagir com quem está na sala. Porém, assim como há vantagens, também existem algumas desvantagens em ter uma cozinha do tipo americana.

Qual a diferença?

Segundo a arquiteta Leila Dionizios, muita gente acha que basta derrubar algumas paredes para criar um ambiente integrado. No entanto, é preciso verificar quais paredes podem ser derrubadas antes de começar a reforma. “Derrubar uma parede estrutural sem colocar um apoio pode abalar a estrutura da casa toda”, conta a arquiteta.

Além disso, para que os espaços consigam se integrar de fato, a decoração deles deve conversar. “Não é preciso usar as mesmas cores ou estilo de móveis em ambos os espaços, mas é preciso que tudo combine para que os espaços fiquem realmente integrados”, destaca Leila.

Pontos positivos

Para que os ambientes pareçam realmente conjugados uma boa dica é utilizar o mesmo piso em todo o espaço. “Ter o mesmo piso por todo o ambiente, por exemplo, cria a sensação de continuidade nos espaços”, explica a arquiteta.

Quem possui uma cozinha pequena pode derrubar uma parede para que o espaço pareça um pouco maior. “Ter menos paredes faz os espaços parecerem maiores e mais bem iluminados, o que é uma grande vantagem no caso de quem tem ambientes pequenos”, revela. Além disso, a integração entre sala e cozinha pode ajudar a economizar na conta de eletricidade.

Pontos negativos

Por outro lado, ter menos paredes significa ter menos espaços para a instalação de armários. Isso pode obrigar a pessoa a ter que se readaptar passando a guardar itens em outros locais da casa, como sala, corredor ou a área de serviço.

Além disso, uma cozinha aberta para a sala vai exigir uma coifa adequada, para que a fumaça e a gordura proveniente do preparo das refeições não se espalhe pela casa, impregnando estofados e tapetes. “Pode haver a necessidade de trocar alguns móveis e acessórios, pois algumas superfícies tendem a acumular mais gordura e sujeira do que outras”.

Por fim, a arquiteta lembra que uma cozinha americana não pode ser deixada bagunçada, pois o cômodo fica mais exposto a todos que estejam na sala. “Quem deseja uma cozinha americana precisa se preparar para lidar tanto com suas vantagens quanto desvantagens. Por isso, sempre aconselho os clientes a pensarem bem antes de derrubar as paredes”, conta Leila.

Sua casa: Utensílios de cozinha que não podem faltar