mulher

Uma estratégia fez Jéssica Beatriz Costa emagrecer 30 kg: veja como funciona

Após surgir cada vez mais magra nas redes sociais durante os últimos meses, a influencer Jéssica Beatriz Costa recentemente deu detalhes sobre a perda de peso. Conforme contou a filha do cantor Leonardo no Instagram, o processo de emagrecimento resultou na perda de 30 kg - tudo com algumas das táticas alimentares mais usadas pelas famosas.

Jéssica Beatriz Costa detalhe emagrecimento

Na web, Jéssica Beatriz Costa impressionou os fãs ao passar por uma transformação visível nos últimos tempos. Infeliz com o próprio físico, ela buscou acompanhamento médico para emagrecer - e, recentemente, revelou já ter perdido um total de 30 kg. Durante o processo, ela mostrou vídeos em que aparece se exercitando em casa, mas, nos últimos dias, exaltou as mudanças alimentares que adotou.

Em uma série de Stories, ela demonstrou a intenção de explicar o processo em detalhes para os seguidores em um vídeo mais extenso, mas adiantou duas técnicas usadas por ela para emagrecer. “Hoje eu estou fazendo jejum intermitente e quero continuar, quero quebrar ele com uma cetogênica. Foi o que eu senti que realmente deu uma secada”, esclareceu.

Bem popular entre as famosas, o jejum intermitente é uma técnica que restringe o período do dia em que a pessoa pode se alimentar. Com intervalos variados, muitos praticantes adotam o protocolo 16/8, que consiste em fazer refeições dentro de um período de 8 horas e jejuar nas outras 16 horas do dia. Desta forma, quando não tem “combustível”, o corpo tende a queimar estoques de gordura para ter energia.

A dieta cetogênica, por sua vez, também é algo bastante conhecido, e consiste em incentivar um processo natural do organismo: a cetose. Apesar de a energia do corpo vir, geralmente, da glicose (a partir da digestão de carboidratos), ele também é capaz de produzir energia a partir dos chamados corpos cetônicos (produto da digestão de gordura). Justamente por isso, esta dieta é rica em alimentos repletos de gordura.

Nela, em geral, o consumo de carboidratos (como pão, arroz, etc) fica bastante restrito, enquanto a ingestão de alimentos como oleaginosas, ovos, frutas ricas em gordura boa (como o abacate), laticínios e embutidos é incentivada. É preciso lembrar, porém, que ambas as estratégias têm efeitos colaterais, não podem ser praticadas por todos e requerem acompanhamento de um profissional da área da saúde.

Famosos