mulher

Tomar um café forte 30 minutos antes do aeróbico acelera taxa de queima de gordura

cafe exercicio relaxar 0421 1400x800
artiemedvedev/iStock

Além de ajudar a despertar, melhorar a concentração e garantir pique extra, o café ainda pode ser um bom aliado do emagrecimento.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Granada, na Espanha, beber café forte 30 minutos antes do treino aeróbico acelera a taxa de queima de gordura.

Tomar café antes do treino queima gordura

cafe xicara cafeteira 0421 1400x800
seb_ra/istock

A cafeína, principal substância presente no café, é um dos suplementos mais populares para melhorar o desempenho esportivo. Atletas de todo o mundo fazem uso de cafeína para melhorar a resistência e as habilidades físicas.

Até pouco tempo, no entanto, poucas evidências científicas foram apresentadas sobre seus poderes de oxidação ou queima de gordura.

O novo estudo, publicado no Journal of the International Society of Sports Nutrition, mostrou finalmente qual é a melhor combinação possível entre café e exercícios aeróbicos para perder peso. Os dados foram divulgados no dia 7 de janeiro de 2021.

corrida caminhada 0518 1400x800
KieferPix/Shutterstock

Para a pesquisa, 15 homens foram orientados a completar um treino de exercícios aeróbios quatro vezes, em intervalos de sete dias.

Cada participante recebeu 3mg/kg de cafeína, o equivalente a uma xícara de café forte, às 8 horas ou 17 horas. As condições antes do exercício foram controladas, incluindo o tempo decorrido desde a última refeição.

xicara de cafe 1218 1400x800 0
NOBUHIRO ASADA/shutterstock

Os cientistas descobriram então que tomar café meia hora antes de se exercitar aumentava a oxidação das gorduras, especialmente à tarde.

"Foi confirmada a existência de variação diurna na oxidação das gorduras durante o exercício, com valores ainda mais elevados à tarde do que pela manhã, para iguais horas de jejum", afirmou o professor Francisco José Amaro-Gahete, um dos autores da pesquisa.

cafe xicara graos 1118 1400x800
Evgeny Karandaev/shutterstock

O estudo apresentou dados promissores, mas os próprios autores apontam que existem limitações. Por exemplo, o número relativamente pequeno da amostra (apenas 15 indivíduos foram estudados).

Além disso, os resultados foram obtidos com homens ativos e não podem automaticamente ser equiparados à população feminina ou sedentária.

Benefícios do café para a saúde e a dieta