Maisa começa a fazer mesma técnica que Marquezine para ter barriga sarada

maisa silva programa 0619 1400x800
Francisco Cepeda/AgNews

Quem acompanha Maisa nas redes sociais sabe que a apresentadora tem praticado atividades físicas que vão desde dança a exercícios acompanhados por um personal – e, mais recentemente, ela relevou ter se tornado adepta de uma técnica que turbina o trabalho da musculatura e já é queridinha de muitas famosas.

Maisa adere à técnica de Marquezine

Usando o Twitter, a apresentadora publicou um vídeo fazendo abdominais com a camiseta levantada para mostrar um pequeno aparelho posicionado sobre sua barriga. Na legenda, ela explicou se tratar de eletroestimulação, algo que ela está fazendo para definir mais a região abdominal:

Maisa, porém, está longe de ser a única famosa a adotar essa técnica; embora o “tipo” escolhido por ela seja mais localizado, atrizes como Bruna Marquezine e Claudia Raia já aderiram a esse tipo de treino que promete potencializar os exercícios e fazer com que o corpo mostre resultados mais rapidamente.

Eletroestimulação: como funciona?

O treino em questão funciona a partir de estímulos elétricos que provocam contrações musculares involuntárias, atingindo-os de maneira profunda. De acordo com Ícaro Pereira, co-fundador do estúdio de eletroestimulação frequentado por Marquezine, apesar de a técnica parecer inofensiva, ela é bastante potente.

“90% da musculatura é treinada e 20 minutos [de eletroestimulação] equivalem a até duas horas de musculação”, explica o profissional, ressaltando que o treino realizado com o macacão especial – como o usado por Marquezine – trabalha uma musculatura mais profunda que exercícios convencionais não alcançam.

“O treino sempre é de alta intensidade e, ao potencializar o exercício, é como se cada músculo estivesse trabalhando muito mais para realizar os exercícios”, explica Ícaro. Ao usar essa técnica, porém, não se deve realizar musculação com pesos simultaneamente, e sim apostar em treinos funcionais, HIIT ou até lutas.

View this post on Instagram

Gente, hoje testei o #XBody , exclusividade da @lescinqgym . É uma espécie de colete espacial que gera estímulos, ativando simultaneamente cerca de 350 músculos do corpo. Ele fortalece a musculatura, aumenta a força e a massa magra, além de reduzir a gordura corporal, combatendo inclusive a celulite que atinge a maioria das mulheres. Isso tudo sem correr o risco de ter alguma lesão ou sobrecarga articular . Lembrando que ele pode ser usado como um complemento da musculação, para potencializar o resultado. A sessão de 20 min no aparelho corresponde a pelo menos 1:30 h de treino intenso. É recomendado 2 vezes por semana e vc já consegue ver bons resultados após 8 sessões. Um bafo,né ? #lescinqgym #experiencia #resultado #Xbody #QBody

A post shared by Claudia Raia (@claudiaraia) on

E não há apenas um tipo de estímulo nesse treino: conforme explica o profissional, há diferentes programas de treino com impulsos que variam de acordo com o objetivo do praticante, podendo oferecer um maior fortalecimento muscular, hipertrofia, aceleração do metabolismo e até redução da celulite.

Como a estimulação tem um alcance profundo, Ícaro recomenda que o praticante descanse de um a dois dias após a utilização do equipamento para que a musculatura possa se recuperar. Sendo assim, nos outros dias da semana, o ideal é que a pessoa se exercite normalmente, mas sem os eletrodos.

Ele afirma ainda que, além de oferecer bons resultados na definição do corpo, essa técnica pode ser positiva para quem tem mobilidade reduzida ou idade avançada, já que, ao estimular os músculos sem que a pessoa precise se esforçar, é uma atividade que não oferece impacto.

Contraindicações

Apesar de benéfico, esse tipo de treino não é para todo mundo. Segundo o especialista, grávidas, pessoas que têm diabetes, marca-passo, alergias ou feridas na pele, distúrbios neurológicos e arterosclerose em estágio avançado não devem apostar nessa técnica.

Dicas para chapar a barriga