"Quero comer, mas não sei o que": médica explica o que é a Síndrome da Fome Oculta

fome gula sanduiche 0119 1400x800
SG SHOT/shutterstock

Se mesmo após uma refeição completa você constantemente sente fome ou vontade de comer alguma coisa, sem saber exatamente o que, saiba que o apetite exagerado pode não estar relacionado à gula, mas sim a uma condição (e não uma doença) chamada Síndrome da Fome Oculta.

Causas da Síndrome da Fome Oculta

De acordo com a médica Anna Virginia Pinto, a Síndrome da Fome Oculta (SFO) pode ser resultado de diferentes fatores. Realizar por muito tempo dietas restritivas e nutricionalmente limitadas pode ser uma das causas, assim como uma alimentação de baixa qualidade, baseada em alimentos ultraprocessados, fast-food, farináceos e açúcares em excesso.

fome apetite dieta 0917 1400x800
Lolostock/shutterstock

A condição ainda pode surgir quando há má absorção dos nutrientes ingeridos pela dieta, seja por alterações em órgãos do sistema digestório, por alguma deficiência de enzimas ou até mesmo desequilíbrio de hormônios envolvidos na digestão e na absorção, explica a profissional.

Ingestão frequente e excessiva de álcool, tabagismo e consumo de outras drogas, assim como quadros de intenso e crônico estresse emocional são outras causas da Síndrome da Fome Oculta, que também pode ser comum entre pessoas que realizaram cirurgia bariátrica.

Riscos da Síndrome da Fome Oculta

mulher comendo geladeira 0518 1400x800
Evgeny Atamanenko/Shutterstock

A médica afirma que a síndrome leva esse nome porque não está relacionada à fome fisiológica (estômago vazio), mas sim a “fome de nutrientes” que seu corpo manifestar quando há um déficit nutricional considerável.

A SFO oferece riscos à saúde porque, como está ligada à deficiência nutricional, pode aumentar os riscos de desenvolvimento de várias doenças, como problemas cardiovasculares, diabetes, osteoporose e até mesmo câncer.

Como saber se sofro da Síndrome da Fome Oculta

mulher geladeira a noite 1216 1400x800
OlegErin/iStock

Por ser uma síndrome, a SFO inclui outros sintomas e sinais que vão além do apetite. Entre eles, segundo a profissional, estão:

  • Dores musculares
  • Cãibras
  • Fadiga
  • Sono excessivo
  • Perda de massa magra
  • Fraqueza
  • Palpitações
  • Queda de cabelo
  • Flacidez
  • Unhas quebradiças e manchadas
  • Irritação
  • Alterações menstruais
  • Pele opaca e ressecada

Apesar de não ser considerada uma doença, a SFO precisa ser tratada para evitar complicações de saúde. A terapia consiste, basicamente, na manutenção de uma dieta adequada em quantidade e qualidade para as suas necessidades individualidades, rotina e objetivos.

View this post on Instagram

Você sente uma “fome” desesperadora de comer “alguma coisa, mas não sabe o que”, mesmo depois de uma refeição completa? . Você pode sofrer da Síndrome da Fome Oculta (SFO), uma condição (e não uma doença) que pode vir a ocorrer quando: 💢Fazemos dietas muito restritivas e limitadas nutricionalmente 💢A alimentação é de baixa qualidade, baseada em alimentos processados, fast food, farináceos e açúcares em excesso 💢Há má absorção dos nutrientes ingeridos pela dieta (seja por alterações em órgãos do sistema digestório - como a disbiose intestinal, por exemplo -, por alguma deficiência de enzimas ou desequilíbrio de hormônios envolvidos na digestão e na absorção) 💢Há consumo frequente de álcool, cigarro e outras drogas 💢Encontra-se em estado intenso e crônico de estresse emocional 💢Houve processo cirúrgico recente que pode debilitar a absorção de nutrientes, seja pelo trauma ou pelo tratamento inadequado do pós-cirúrgico (como pode ocorrer em alguns pacientes bariátricos) . O quadro recebe esse nome porque não se refere à fome fisiológica (estômago vazio), mas sim pela “fome de nutrientes” que seu corpo pode vir a manifestar quando há um déficit nutricional considerável pela alimentação inadequada (ou pela má absorção dos nutrientes). . O perigo da SFO está relacionado à deficiência nutricional, que pode gerar vários danos à saúde, sendo fator de risco para o desenvolvimento de várias doenças, como problemas cardiovasculares, diabetes, osteoporose e até mesmo câncer, além da própria alteração do estado nutricional que debilita a imunidade e interfere no nosso metabolismo energético e proteico. . Por ser uma síndrome, a SFO inclui outros sintomas e sinais que vão além da “fome oculta”, como: dores musculares, cãibras, fadiga, sono excessivo, perda de massa magra, fraqueza, palpitações, queda de cabelo, flacidez, unhas quebradiças e manchadas, humor irritado, alterações menstruais, pele opaca e ressecada, ressecamento de mucosas. . O tratamento da SFO consiste em uma dieta adequada em quantidade e qualidade para as suas necessidades, individualidades, rotina e objetivos, buscando acima de tudo o equilíbrio físico, de dentro para fora, e também mental 💭

A post shared by Dra. Anna Virginia Pinto (@draannavirginia) on

Como controlar a fome exagerada