A aposta era perder 50 kg em um ano, mas ele conseguiu secar 86 kg - e sem cirurgia

angel diaz 5 0219 1400x1200
Gentileza de Angel Diaz

Perder peso não é uma tarefa fácil, especialmente para quem lida há muito tempo com a obesidade. Isso porque, além de não ser simples mudar hábitos de uma vida inteira, o preconceito que a sociedade tem com pessoas obesas pode despertar ansiedade e desmotivar ainda mais quem está neste processo.

É compreensível, portanto, que muitas recorram a procedimentos como a cirurgia bariátrica – que, apesar de também não ser um caminho fácil, pode ser a única solução para casos extremos em que a saúde está em risco. Para Angel Diaz, porém, a saída foi outra, e tudo começou com um alerta seguido de uma aposta.

Após perceber que não estava bem nem física nem emocionalmente com os 183 kg que tinha na época, Angel – que vive em Dallas, no Texas (Estados Unidos) – foi desafiado por um amigo e tinha um ano para perder cerca de 50 kg. Caso ele não conseguisse, teria de considerar a bariátrica e fazer sua primeira consulta.

angel diaz 2 0219 1400x1500
Gentileza de Angel Diaz

Apesar da meta audaciosa e do tempo relativamente curto para atingi-la, Angel não apenas venceu o desafio como, em pouco mais de um ano, conseguiu superá-lo, perdendo um total de 86 kg e transformando completamente tanto o corpo e o estilo de vida quanto a mente.

Obesidade: problema desde a infância

Em entrevista ao VIX, Angel contou que, desde pequeno, sempre esteve acima do peso. “Até quando criança, eu sempre fui maior que as outras. Conforme fiquei mais velho, só continuei ficando maior e maior”, explica.

Há, é claro, pessoas que estão acima do peso e seguem tanto saudáveis quanto confortáveis com o corpo, mas este não era o caso dele.

“Fisicamente, eu estava sempre cansado, não importava o quanto dormisse. Eu não tinha energia alguma e sempre sentia dores nas costas e joelhos. Tentar subir um andar de escadas já me fazia começar a ofegar. Eu ficava achando que qualquer dor que tinha no peito seria a dor que acabaria me matando“, relembra Angel, ressaltando que seu lado emocional também não estava no melhor estado possível.

angel diaz 0219 1400x1400
Gentileza de Angel Diaz

“Eu era muito bravo com o mundo e muito negativo. Parte disso era porque eu perdia muito do que a vida tinha a oferecer, coisas simples como não poder ir aos brinquedos em parques de diversão porque eu era muito grande para entrar. Ficar com medo de ir a um show ou evento esportivo porque os assentos seriam muito pequenos e eu teria problemas em me acomodar. Eu sentia que estava preso e não tinha uma saída”, diz ele.

Segundo Angel, ele sempre soube que precisava perder peso, e já havia inclusive tentado anteriormente; aos 18 anos, em 2005, ele se cansou dos 141 kg que pesava na época e decidiu tentar uma dieta. Em seis meses, ele chegou a perder quase 60 kg, mas, além de não conseguir manter esse novo corpo, ele engordou ainda mais entre 2005 e 2018, chegando então aos 183 kg.

Foi então que, durante um papo em grupo, um de seus amigos próximos perguntou se ele tinha alguma pretensão de fazer uma cirurgia bariátrica. “Eu me lembro de pensar, na época: ‘Por que ele está me perguntando isso? Por que ele está preocupado com o meu peso?’. Isso realmente me fez abrir os olhos e perceber que, se meus amigos estavam preocupados com isso, então eu também deveria estar”, comenta Angel, que, em seguida, foi desafiado pelo amigo em questão.

angel diaz 1 0219 1400x1400
Gentileza de Angel Diaz

Angel, porém, não estava nada inclinado a se submeter à cirurgia. “Eu não queria fazer a cirurgia bariátrica devido aos riscos associados a ela. Por outro lado, eu entendia que, aos 31 anos, eu não continuaria vivendo por muito mais tempo com 183 kg”, diz, escolhendo então um dia para começar as mudanças de hábito e nunca mais olhar para trás.

Como emagreceu?

Alimentação

Segundo Angel, ele mantinha, até então, hábitos alimentares bem ruins. Conforme contou, ele abusava de tudo o que era guloseima, além de comer mais do que sentia que precisava todos os dias. “Mesmo que eu não estivesse com fome, ainda sentia que precisava terminar toda a comida. Comida era o maior foco da minha vida, ela me dava conforto”, diz, ressaltando que todas as suas refeições consistiam em fast food ou pizza, doces e refrigerante.

Como já havia feito mudanças em sua alimentação anteriormente, quando emagrecera em 2005, Angel sabia, em partes, o que precisava fazer para perder peso novamente. “Eu cortei todas as comidas 'ruins' e focava só em alimentos saudáveis e completos. Nos primeiros dois meses eu apenas mudei minha dieta e comecei a regular meu consumo de calorias”, explica.

angel diaz 6 0219 1400x1600
Gentileza de Angel Diaz

Hoje, porém, sua alimentação é completamente diferente de como era - tanto nos alimentos que ele consome como nos objetivos que tem com eles. “Eu não como mais me baseado no quão gostosa é a comida. Eu como pelo que aquilo vai fazer pelo meu corpo. Eu não tive nenhum deslize desde que comecei essa jornada de emagrecimento há mais de um ano. Comida é apenas combustível e eu como o suficiente para me manter bem até a próxima refeição”, diz ele, que foca em refeições repletas de legumes e proteínas.

Exercícios físicos

Conforme contou Angel, durante os primeiros meses de seu processo de emagrecimento, ele não fez atividades físicas, mas logo começou a correr – hábito que exigiu um bocado de esforço. Segundo ele, na primeira vez em que tentou praticar a atividade, só conseguiu fazê-lo por alguns metros, e levou de duas a três semanas para que ele conseguisse correr uma milha (correspondente a 1,6 km).

“No final de maio e começo de junho [de 2018], eu me matriculei em uma academia e comecei a usar alguns dos aparelhos de musculação que eles tinham, mas não tinha exatamente um plano”, afirma ele. Em meados de agosto, ele já se sentia mais confortável no que estava fazendo, e bolou então a rotina de exercícios que segue até atualmente.

angel diaz 4 0219 1400x1400
Gentileza de Angel Diaz

Conforme explica, ele foca em um exercício composto – que trabalha grupos musculares em vez de apenas um músculo isoladamente, como levantamento de peso e agachamentos – a cada dia de treino, seguido de atividades complementares na musculação e uma corrida de 5 km ou mais na esteira. Em meio a essa rotina, Angel também diz ter as segundas e as sextas-feiras como “dias de folga” dos exercícios físicos – algo importante para que os músculos consigam se “recompor”.

Vale ressaltar que seguir um treino sem orientação profissional pode ser perigoso e causar lesões e problemas de saúde. Portanto, consulte sempre o professor da academia ou um personal trainer.

Nova vida repleta de autoestima

Hoje, com 97 kg, Angel usa seu Instagram para documentar a transformação pela qual passou, se mostrando claramente mais disposto e alegre do que costumava ser – e, segundo ele, a impressão é a de que ele se tornou outra pessoa. “Eu tenho muito mais energia e estou sempre de bom humor. Sinto que não existe nenhum obstáculo que eu não posso superar! Eu vejo o lado positivo de todas as situações agora, em vez de focar no negativo como quando eu estava acima do peso”, conta.

Apesar de ter feito a opção de adotar uma nova vida, Angel não acha que as pessoas devem ser tratadas de maneira diferente de acordo com o peso ou qualquer outro traço físico, mas dá um conselho para quem, como ele, tem vontade de mudar os hábitos e emagrecer. “Não treine seu corpo apenas fisicamente, treine sua mente. Eu sigo dizendo para as pessoas: ‘Treine sua mente e seu corpo irá segui-la’. Encha sua mente e sua vida com pensamentos positivos. Viva um dia de cada vez”, conclui.

angel diaz 3 0219 1400x1300
Gentileza de Angel Diaz

Emagrecimento saudável