mulher

Por que dieta do marido de Gisele Bündchen é tão polêmica e considerada até perigosa?

tom brady gisele bundchen 0218 1400x800
Sky Cinema / Shutterstock

Considerado um dos maiores jogadores de futebol americano de todos os tempos, Tom Brady, marido de Gisele Bündchen, leva uma dieta diferenciada devido à sua rotina no esporte.

Suas regras alimentares, no entanto, já foram e ainda são alvo de muita crítica pela mídia internacional e até especialistas do ramo, que consideram perigosos alguns hábitos do astro, mesmo para um atleta como ele.

Um dos itens que mais gera controvérsia é o volume de água que o jogador ingere, que, segundo ele, chega a mais de 8 litros em alguns dias.

Tom Brady bebe 8 litros de água por dia

A revelação foi feita por Brady em seu livro, “O método TB12", em que detalha o programa de nutrição e treinamento que criou para ajudar atletas a atingirem seus potenciais.

Segundo revela o site norte-americano Business Insider, que teve acesso à obra, o atleta diz pesar cerca de 102 quilos e beber, pelo menos, 3,3 litros de água por dia — uma quantidade relativamente alta para a maioria das pessoas.

Mas o que realmente chamou atenção foi a declaração do marido de Gisele Bundchen sobre a ingestão de água nos dias mais ativos, pois ele chega a beber 37 copos de água tamanho padrão. Isso é equivalente a 8,8 litros, considerando um copo 240 ml de água.

Em seu livro, o jogador diz ainda que a água é ótima tanto para a beleza externa, quanto para a interna, e cita  o hábito como um dos responsáveis por ele raramente estar queimado pelo sol.

Dieta de Gisele Bündchen e Tom Brady

gisele tom brady 0816 1400x800
Andrew H. Walker / getty

Os hábitos alimentares do casal famoso chamam atenção também por outras excentricidades. Por exemplo, a família não consome alguns alimentos tidos como saudáveis, como tomate e azeite de oliva aquecido.

Segundo o chef Allen Campbell, responsável por preparar as refeições de Gisele, Tom e as crianças, o tomate é evitado por causar inflamação, enquanto o óleo de oliva só entra em pouquíssima quantidade e cru.

Água em excesso pode fazer mal?

agua copo jarra 0112 1400x800
iStock

Hiponatremia

Carmen Tzanno, presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia, afirma que beber água em excesso dilui o sangue no organismo e, consequentemente, diminui drasticamente a quantidade de sais minerais presentes nele, causando a hiponatremia.

Trata-se de uma condição em que há a queda brusca na quantidade de sódio do corpo, que faz com que a pessoa comece a se sentir mal. “Entre os sintomas estão vômitos, náuseas, dores de cabeça, fadiga, urinação frequente e até confusão mental”, aponta a especialista.

Quando uma pessoa apresenta sintomas de hiponatremia, ela precisa receber uma solução de soro com sais na veia para repor os eletrólitos.

A condição é muito comum em atletas, porque eles perdem muitos sais minerais através do esforço físico intenso, por conta do suor enquanto praticam atividade física. É por isso que eles tomam isotônicos, bebidas ricas em sais minerais.

“Se eles, por exemplo, bebessem muita água em pouco tempo, poderiam sofrer uma hiponatremia”, afirma a especialista.

Danos aos rins

Para a nutricionista Talitta Maciel, apesar de não haver uma quantidade certa de água que todos devem ingerir por dia, é preciso respeitar a própria sede e evitar o exagero.

“Beber mais de 7 litros passa a configurar exagero e pode desencadear problemas bem mais graves, como lesões nos rins”, diz.

Inchaço

tornozelo pes inchaco
Akkalak Aiempradit/Shutterstock

Já o cirurgião vascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular Caio Focássio revela outra consequência ruim da água que poucos conhecem: piora do inchaço.

Segundo ele, beber água para eliminar inchaço pode ser arriscado, já que há chance de ocorrer efeito rebote.

Isso porque o quadro pode ser sintoma de outras doenças, como problemas no sistema linfático, rim e coração, e ingerir ainda mais líquido para o organismo drenar pode sobrecarregá-lo.

"É preciso cuidado com o aumento excessivo dessa ingestão. É necessário saber qual é a causa do inchaço e procurar orientação médica porque, se a pessoa tem um quadro de insuficiência cardíaca, por exemplo, tomar muita água pode até atrapalhar", comenta o médico.

Quantidade de água ideal por dia

A nutricionista Talitta Maciel explica que não há uma quantidade ideal de água a ser ingerida por dia, já que isso depende da sede e necessidade individual de cada um. Mas a média é entre 2 e 3 litros por dia.

Gisele Bündchen e família