mulher

Mesmo depois de tirar balão gástrico, Marília Mendonça aparece 8 kg mais magra

No início de fevereiro, a cantora sertaneja Marília Mendonça fez uma cirurgia para colocação de um balão intragástrico – dispositivo que preenche parte do estômago, reduzindo a fome e auxiliando a perda de peso.

Porém, após cerca de 10 dias, ela precisou reverter o procedimento por dificuldades em se adaptar. A artista afirmou que passou muito mal e, por isso, retirou o balão antes mesmo do Carnaval.

Marília Mendonça emagrece 8 kg

Agora, menos de 1 mês depois e aparentando estar mais magra, a cantora assume que perdeu 8 kg mesmo sem a ajuda do dispositivo.

“Não deu certo o balão, eu tirei, mas continuei na dieta. Estou cuidando mais da minha saúde, cuidando bastante da alimentação e tem dado certo", afirmou Marília Mendonça em coletiva à imprensa durante o lançamento de seu novo DVD, “Realidade”.

"A galera tem comentado no Instagram que estou emagrecendo, ao todo foram oito quilos. E estou me sentindo melhor, mais saudável, com mais pique.”

Ficar em forma para os shows

Conhecida por combater os padrões de beleza e inspirar outras mulheres a aceitarem os próprios corpos, a sertaneja contou na época, através de sua assessoria de imprensa, que o peso estava atrapalhando sua rotina de shows.

Segundo explicou, as apresentações são animadas e exigem muito pique. “Meu show foi ficando muito pra cima e precisava dessa energia a mais para aguentar.”

Balão gástrico: é comum passar mal?

O gastrocirurgião Eduardo Grecco, endoscopista do Instituto Endovitta, explicou ao Vix que o balão intragástrico é colocado no paciente via endoscopia e costuma ser bastante seguro e eficaz.

“Nas primeiras 72 horas, o paciente pode sentir dor, desconforto, náusea e vômitos, mas depois disso já começa a adaptação”, comenta, ressaltando serem raras as intolerâncias.

Outra possível complicação, também bastante incomum, é o balão estourar. Neste caso, não há risco à saúde, mas o paciente precisa ir ao hospital fazer a retirada.

Dieta após colocação do balão

Grecco ainda explica que, durante o primeiro mês com o dispositivo, a alimentação é exclusivamente líquida e pastosa. Ela inclui sopas, comidas cremosas e bebidas para que o paciente se adapte antes de voltar a ingerir sólidos.

Com validade de seis meses, o procedimento promove uma perda de 10% do peso corporal no primeiro mês e mais 10% nos meses subsequentes.

O paciente que precisa emagrecer mais do que isso deve retirar o balão após o primeiro semestre e aguardar um intervalo de 30 dias para recolocá-lo.

Famosas que emagreceram