mulher

Ex-modelo plus size decide emagrecer 62 dos seus 110 kg; veja fotos do antes e depois

ex modelo plus size 1116 1400x800
Divulgação/Sergio Nobrega

A cearense Mirele Birck tem 28 anos, é ex-modelo plus sizee emagreceu 62 kg dos 110 que pesava. Com o título de vice Miss Plus Size2012, ela decidiu que queria fazer uma transformação em seu corpo quando passou dos 90 kg.

“Sempre fui gordinha, pesava entre 75 e 80 kg, mas há 3 anos comecei a trabalhar com comida, desleixei na alimentação e aí cheguei aos 96 kg”, comenta a modelo, que é confeiteira.

Emagrecimento

Mirele conseguiu eliminar mais da metade do seu peso corporal após se submeter a uma cirurgia bariátrica em setembro de 2014. Antes de procurar o cirurgião, Mirele afirma que tentou de tudo para emagrecer. “Fui em nutricionista, tive personal trainer, tomei remédio controlado para emagrecer, fazia dietas, mas sempre emagrecia apenas 2 ou 3 kg, estagnava e voltava a engordar”, relembra.

A ex-modelo cearense, que pretende voltar a modelar, diz que sempre assumiu sua forma física, mas também sofria pressão para ser magra. “Eu sempre me aceitei gordinha, sempre fui muito feliz com o meu corpo, usava roupa curta, decotada, mostrando a barriga. Porém, devido à sociedade cobrar que você tem que ser magra, fazia regime desde a adolescência”.

Cirurgia bariátrica

Para que seu convênio cobrisse a cirurgia, Mirele precisou engordar 14 kg em apenas um mês e foi aí que chegou aos 110 kg. A decisão de fazer a cirurgia de redução de estômago não foi motivada por questões de saúde. “Meus exames sempre foram normais, nunca tive colesterol alto, nada, mas chegou um momento que eu não estava mais satisfeita com o meu peso e o meu corpo”, afirma.

Na época em que procurou o cirurgião, o IMC de Mirele, que tem 1,60 m de altura, era 36,3, o que já é considerado obesidade.

De acordo com a especialista em cirurgia bariátrica e endocrinologia Ana Luisa Vilela Barbosa, a cirurgia bariátrica é indicada para pacientes com IMC acima de 35 e que têm problemas de saúde, como diabetes e doenças cardíacas. Para aqueles que não apresentam doenças, o procedimento é indicado quando o IMC está acima de 40.

Pré-operatório

Dois meses antes de operar, Mirele começou um acompanhamento com nutricionista, psicólogo, endocrinologista e até fonoaudiólogo para aprender a mastigar corretamente. “Antes de qualquer coisa, a cabeça deve estar preparada, porque você para de comer, só pode consumir líquido e na quantidade correta nos primeiros 15 dias após a cirurgia”, diz.

Pós-operatório

Apesar de afirmar não ter sido fácil, a ex-modelo plus size conta que a recuperação após a cirurgia foi mais tranquila do que imaginava. “Segui todas as recomendações, estava muito focada no que eu queria, no que era o meu objetivo naquele momento."

Vício em doces

Os doces continuam sendo seu maior vício, e Mirele os consome todos os dias. “Tenho que comer um docinho após as refeições, mesmo que seja um bombom, sempre em pequena quantidade. Se exagero, passo muito mal, me dá ânsia de vomito, calafrio, é horrível”, explica.

Com o peso estabilizado em 58 kg já há um ano e meio e longe das passarelas, a vice Miss Plus Size 2012 afirma que sente saudade de modelar. “Eu realmente sinto muita falta, mas eu abdiquei disso para poder emagrecer”, comenta sobre sua decisão. 

Redução de estômago