mulher

Dieta com bacon de modelo que só come duas vezes ao dia: isso pode ser saudável?

aricia silva panicat 0816 1400x800
Divulgação/Dalazen JR/MF Assessoria

Arícia Silva, do programa “Pânico na TV”, procurou o médico pós-graduado em Endocrinologia Pedro Leão e agora segue a dieta paleolítica low carb com jejum intermitente para manter a boa forma.

Ao contrário das dietas com restrição calórica, neste programa, Arícia pode comer todos os tipos de gorduras e até bacon. “Agora eu pratico o tal do jejum intermitente com dieta paleolítica. Em outras palavras, devo comer apenas duas ou três vezes ao dia (como eu já estou acostumada), sendo carne, ovo, folhas e bacon à vontade. Já legumes, batata e raízes, posso ingerir de forma moderada”, revela a panicat sobre sua alimentação.

Arícia não é a primeira famosa a aderir à esta dieta. Deborah Secco fez a dieta paleolítica durante a gravidez e no pós-parto e, com isso, conseguiu eliminar 19 kg. 

Dieta paleolítica: o que é

dieta paleolitica carne 0816 1400x800
Gregory Gerber/Shutterstock

A dieta tem este nome porque é inspirada no período evolutivo anterior à agricultura, o Paleolítico. A base da alimentação das pessoas que a seguem dieta é carnes, ovos, bacon, castanhas, azeite, vegetais, legumes, raízes e frutas.

Trata-se de uma alimentação o mais natural e próxima possível do modo como nossos ancestrais faziam, sem consumo de produtos industrializados. Alimentos de origem animal são priorizados.

O termo "low carb" se refere à baixa ingestão de carboidratos, já que a dieta prioriza proteínas e gorduras como forma de eliminação rápida de peso.

Leão explica que asproteínas e gorduras boassão os únicos alimentos presentes na dieta que podem ser consumidos sem restrição nas refeições, que são de duas a três ao dia.

“A diferença desta dieta para as outras é que nós trocamos a qualidade dos alimentos e a frequência com que a pessoa come. Analisando a evolução, nunca comemos e não precisamos comer de três em três horas”, comenta Pedro Leão, que é pós-graduado em endocrinologia.

Jejum intermitente

Leão defende o jejum como sendo uma forma de descansar e desintoxicar o corpo e a mais eficaz para abaixar a insulina e evitar a perda de energia que é desprendida durante os processos digestivos.

Segundo o médico, é comum as pessoas sentirem fraqueza e tonturas no início, por isso o número de refeições precisa ir diminuindo aos poucos e os intervalos entre elas ir aumentando gradativamente.

“Vamos fazendo de forma gradativa, mas o grande 'x' da questão é o aumento no consumo de gordura, porque isso faz com que aumente a sensação de saciedade e também é a fonte de energia”, explica sobre o diferencial da dieta.

De acordo com Leão, comer de três em três horas eleva a insulina, que é a responsável por armazenar gordura, e isso prejudica o emagrecimento, mesmo que todas as refeições sejam balanceadas.

“O principal objetivo da dieta paleolítica é reduzir a insulina, e o jejum intermitente ajuda e muito, além de contribuir na prevenção de diabetes e gordura visceral”, defende.

O profissional explica que jejuns de até 72 horas acompanhados de atividade física não prejudicam o metabolismo. “Na verdade, acontece uma melhora metabólica porque, como a ingestão de carboidrato é pequena, o organismo retira glicose da proteína e das gorduras, e isso acelera o metabolismo”.

Gordura na dieta low carb 

dieta paleolitica ovos e bacon 0816 1400x800
AS Food studio/Shutterstock

Assim como as proteínas, a gordura também é base desta dieta. Portanto, carnes, bacon, ovos, óleo de coco, castanhas, azeite e abacate estão bastante presentes nas refeições de quem segue o plano alimentar.

Está achando estranho conseguir manter o peso de forma saudável comendo bacon? O médico, que também é adepto da dieta, comenta que come bacon todos os dias, nas duas únicas refeições diárias que faz (ao meio dia e às 20h) e garante que seu colesterol é normal.

“O bacon é uma gordura saudável, é uma gordura animal. O que não podemos fazer é fritá-lo em óleo vegetal, porque este é proibido na dieta, mas fritar o bacon na própria gordura não tem problema nenhum”, defende.

Vale ressaltar que o bacon é permitido desde que consumido apenas com alimentos do cardápio. Fast food, grãos, óleos vegetais e gordura hidrogenada são ingredientes proibidos neste plano alimentar.

Além disso, os únicos carboidratos permitidos são os presentes nos legumes, raízes e frutas, e estes alimentos devem ser consumidos com moderação, de acordo com o indicado por um nutricionista.

Faz bem para a saúde?

Apesar de a dieta paleo estar em alta e ser recomendada por muitos médicos, não existe um consenso entre os nutricionistas em relação à dieta ideal para todo mundo. Alguns defendem que lanchar entre as principais refeições emagrece. Outros indicam a redução na ingestão de gorduras para o emagrecimento saudável.

A nutricionista e mestre em Saúde Pública Patrícia Cruz ressalta que as chances de obesos desenvolverem doenças como diabetes e colesterol alto aumentam com a dieta paleolítica. 

Jejum intermitente emagrece?

aricia silva panicat 0816 1400x1400
Divulgação/Dalazen JR/MF Assessoria

Segundo a nutricionista, longos períodos de jejum ajudam mesmo a emagrecer. Porém, ela ressalta que esta técnica tende ao efeito rebote.

"Essa a restrição não vai ser mantida a médio e longo prazo. Ninguém consegue ficar 8 horas sem comer. Também não é uma forma segura de redução de peso”, opina sobre o jejum intermitente. Ou seja, há grandes riscos de acontecer do temido “efeito sanfona”.

Por outro lado, vale lembrar que não há um consenso sobre a prática. A apresentadora especializada em Nutrição nos Estados Unidos Bela Gil já afirmou que comer de 3 em 3 horas sobrecarrega o corpo.

Emagrecer rápido: top 10 dietas para enxugar em pouco tempo