explore

Vidas de Daiane e Rebeca se entrelaçaram há anos: ídola já sabia que "seria ela"

rebeca andrade olimpiadas 0721 1400x800
Laurence Griffiths/Getty Images

Dona de uma medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio, Rebeca Andrade está construindo seu legado como ginasta. Além de todo o esforço e dedicação para se tornar medalhista olímpica, ela contou com uma grande inspiração: Daiane dos Santos.

Não é à toa que em sua cidade natal Rebeca é conhecida como "Daianinha de Guarulhos". E Daiane sempre acreditou no potencial da atleta, tanto que quando viu a brasileira treinando ainda na infância, sabia que ela se tornaria uma grande ginasta.

Rebeca sempre se inspirou em Daiane

Daiane dos Santos encantou o mundo ao se apresentar ao som de “Brasileirinho” nas Olimpíadas de Sidney, em 2000. Agora, nas Olimpíadas de Tóquio, Rebeca está dando continuidade ao legado de Daiane no solo com a trilha do funk “Baile de Favela”.

rebeca andrade solo 07 21 1400 1000
Laurence Griffiths/Getty Images

Rebeca se inspira em Daiane desde os 4 anos, quando começou a dar as primeiras piruetas, dando sinais de que seria uma grande ginasta.

Em 2016, ano dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Rebeca deu uma entrevista ao portal regional de Guarulhos, o ClickGuarulhos e confirmou que a paixão pela ginástica foi despertada por Daiane dos Santos.

rebeca andrade olimpiadas 07 21 1400 800
Jamie Squire/Getty Images

“Eu praticamente comecei na ginástica assistindo à Daiane, ela é minha inspiração. Antes eu pensava: ‘nossa! Eu quero ser igual a ela’. E hoje eu vejo que eu sou do meu jeito, mas com o mesmo talento e potencial que ela tem”, contou a ginasta.

E parece que essa admiração foi recíproca desde o início. Daiane conheceu Rebeca ainda criança e chegou a treinar no mesmo ginásio da pequena, em Guarulhos, onde ensinou alguns movimentos a ela. Inclusive, esse vídeo, que é de 2009, está circulando pelas redes sociais:

Diane percebeu talento quando Rebeca ainda era criança

daiane rebeca encontro 07 21 1400 700
Reprodução/Globoplay

Durante uma participação no “Encontro” na manhã desta quinta-feira (29), Daiane dos Santos contou que quando viu Rebeca treinando pela primeira vez, ficou impressionada e já sabia que ela seria uma estrela da ginástica: “Vai ser ela”, disse a ginasta.

Em maio de 2019, Daiane teve a oportunidade de fazer uma matéria com Rebeca e postou uma foto no Instagram para falar sobre a reportagem: “Centro de treinamento da seleção brasileira de ginástica artística no Rio de Janeiro… Ela fez só vinte aninhos na semana passada... É uma guriazinha , como se diz na minha terra... Hoje tive a satisfação de fazer uma matéria especial com a super ginasta Rebeca Andrade... Ficou Linda!".

Daiane sabe da importância e influência que teve na vida de Rebeca e no “Encontro”, contou que se emocionou por Rebeca estar continuando o legado da ginástica artística brasileira:

“Hoje, vê-la levando à frente esse legado, como a primeira ginasta brasileira a ser a melhor do individual olímpico, é muito bom”, disse.

Daiane previu vitória de Rebeca

daiane dos santos emocionada 0721 1400x800
Reprodução/Globoplay

Pouco antes do início da competição, Daiane, que é uma das comentaristas das Olimpíadas, contou um pouquinho da história de Rebeca e cravou a vitória da brasileira na modalidade.

“Uma menina que teve três lesões de ligamento cruzado seguidas, ela quase desistiu da ginástica, só não desistiu porque a mãe dela - Dona Rosa muito obrigada - foi em cima e pegou firme [...] O que nós desejamos é que essa vitória venha e a vitória vai vir se ela fizer o máximo dela”, afirmou Daiane.

Rebeca Andrade nas Olimpíadas de Tóquio