mulher

Olivia, filha do chef Fogaça, está cada vez mais forte e é o orgulho do pai

Ainda que divida a atenção de Henrique Fogaça com os irmãos mais novos, Olivia Corvo, filha mais velha do chef, faz os olhos do pai brilharem diferente. Portadora de uma síndrome ainda desconhecida e um tipo de epilepsia resistente a remédios, a menina não nasceu sob boas previsões por parte dos médicos que a acompanharam no início da vida – mas ela contraria todas elas até hoje e dá muito orgulho para o pai diariamente.

Filha de Fogaça já evoluiu muito e é o orgulho do pai

Fruto da relação de Henrique Fogaça e Fernanda Corvo, com quem o chef foi casado durante 18 anos, Olivia nasceu surpreendendo a todos. Embora os exames pré-natais não tenham identificado, a menina veio ao mundo com uma síndrome que, até hoje, é desconhecida, e, como não chorou após o nascimento, teve de ser prontamente colocada em uma incubadora onde permaneceu por duas semanas.

Em uma entrevista ao canal da apresentadora Mariana Kupfer realizada em 2016, o chef contou que, devido à condição, os médicos que acompanharam Olivia durante o início da vida não tinham grandes expectativas para ela. “O médico, lembro que um dia ele falou discretamente: ‘Ela não tem muito jeito, não, talvez ela não viva muito, tá?’”, relembrou o apresentador do “MasterChef" (Rede Bandeirantes).

Conforme esclareceu o chef diversas vezes, a síndrome de Olivia faz com que a pequena tenha hipotonia, ou seja, falta de tônus muscular. Por isso, ela tem os movimentos limitados – algo que ele e a ex-esposa notaram logo no primeiro mês de vida da filha. “Eu sou uma pessoa muito brutinha na forma de pegar. Aperto, jogo, puxo... A Olivia foi para casa e eu jogava para cima, pegava, e via que ela era muito molinha”, disse ele.

Devido à falta de tônus muscular, Olivia não se locomove sozinha, não fala e tem dificuldades para engolir – mas, para a felicidade da família e para o bem-estar da menina, esse quadro começou a mudar após o aniversário de 11 anos dela. Isso porque, segundo Fogaça, foi nessa época que ele começou a alimentá-la de forma diferente e a se comunicar melhor com ela, medidas que contribuíram com sua saúde.

Segundo ele, a primeira mudança ocorreu quando a pequena passou a ser alimentada com um composto cetogênico através de uma sonda. Com esta dieta (que exclui carboidratos e inclui uma grande quantidade de gordura), Fogaça disse que Olivia engordou e passou a ficar não só mais forte, como também mais atenta – algo que também é fruto da nova forma que ele adotou para falar com ela.

“Automaticamente, eu fazia assim com a Olivia: ‘Oi, filha, tudo bom meu amorzinho?’. Sabe, tratar como bebê? E esses tempos eu fiquei pensando: ‘A Olivia tem doze anos, ela é uma adolescente. Por mais que ela não fale, vou começar a conversar com ela’. Eu senti que ela presta atenção”, disse ele, que não parou de se comunicar desta forma com a filha desde então, encantando os fãs com a forma única que os dois têm de se entender.

“A minha relação e a dela é através do tato, através do olhar, através do sorriso. A gente se comunica bem assim”, disse o chef em uma entrevista ao “Programa Especial” (TV Brasil) em 2019. Além de se mostrar mais atenta e alegre nos inúmeros registros publicados pelo pai no Instagram, Olivia também surpreendeu a todos ao conseguir se sustentar em pé (e até dar alguns passinhos com a ajuda do pai).

Na rede social, Fogaça se mostra sempre muito orgulhoso do progresso da filha, e vive compartilhando fotos e vídeos de Olivia em pé (ocasionalmente fazendo poses) enquanto espera que, um dia, ela possa andar.

As mudanças mais visíveis para os seguidores do chef, porém, não foram as únicas pelas quais Olivia passou durante os últimos anos. Hoje, aos 16 anos, ela já não tem mais tantas convulsões, e está em um bom momento da vida. “Ela está numa fase de muita percepção, muito ligada nas coisas”, disse ele, afirmando também que ainda tem um grande sonho relacionado à filha.

“Olivia, você é a força do pai e o pai te ama muito, vai estar sempre do seu lado conversando com você, te ensinando o que eu posso. Quero ver você cada dia mais progredindo. Espero, um dia, que você possa andar e falar ‘papai’”, acrescentou o cozinheiro.

Famosos e seus filhos