explore

Após apelo emocionado, clientes fazem fila e compram 3 mil picolés de dono de sorveteria

Dono de uma sorveteria em Votuporanga, no interior de São Paulo, o comerciante Luís Augusto Demori quase viu todos seus sorvetes derreterem após a energia do estabelecimento ser cortada.

Por conta da pandemia, as vendas da Gelateria Demore's caíram drasticamente, e o comerciante não tem conseguindo pagar as contas. Felizmente, após um apelo nas redes sociais, todos os sorvetes foram vendidos.

População fez fila na sorveteria

Muito abalado após a energia ter sido cortada, Luís compartilhou um vídeo nas redes sociais da sorveteria para anunciar um super promoção para acabar com o estoque de sorvetes.

Os post foram feitos por volta de 13h20 de terça-feira (11), pouco mais de três horas depois, um novo post anunciava que tudo havia sido vendido.

"Quero agradecer a todos vocês que vieram aqui, se empenharam, fizeram uma força tarefa. Tantas pessoas vieram comprar aqui, população tentando me ajudar de uma forma ou de outra. Que Deus dê em dobro para vocês e que eu possa superar isso", afirmou o comerciante.

Não só a população fez até fila para comprar os sorvetes, como amigos e outros profissionais arregaçaram as mangas para distribuir os doces. De acordo com informações do site de notícias G1, 3 mil unidades foram vendidas.

Mais aliviado, no dia seguinte Luís voltou às redes sociais para mostrar que a energia foi restabelecida. "Graças a Deus, com o pedido de uma liminar, o juiz determinou que a companhia elétrica religasse a energia. Mas isso não quer dizer que a conta de energia está paga, pelo contrário. Continuo contando com a colaboração de todos vocês."

O comerciante revelou que o aluguel da casa onde vive com os filhos também está atrasado e que a família corre risco de despejo. Uma vaquinha online foi criada para ajudá-lo a reverter a situação.

Pandemia