explore

Irmãs de 96 e 100 anos se curam juntas da Covid-19

irmas curadas 1400x800 0720
Prefeitura de Corumbá/Divulgação

Dirce Bastos Hass (à esquerda na foto), de 100, e Myrthes Bastos (à direita), de 96 anos, e são mais do que irmãs que compartilharam uma vida juntas, elas também celebraram a cura da Covid-19 ao mesmo tempo.

“Enquanto há vida, há esperança!”, afirmou Myrthes, que foi a primeira a apresentar sintomas, como febre, tosse e cansaço. Em 27 de junho, ela e a irmã, que é hipertensa, decidiram fazer o teste para o novo coronavírus. Dois dias depois, o resultado positivo.

Irmãs idosas se curam do coronavírus

Myrthes e Dirce são vizinhas e se visitam diariamente, de acordo com nota divulgada pela Prefeitura de Corumbá, em Mato Grosso do Sul.

Pela idade mais avançada, as duas irmãs fazem parte do chamado grupo de risco. Felizmente, os únicos sintomas foram fraqueza, perda de olfato e paladar e tosse.

O enfermeiro Franz Martins Eger, que coordena a equipe Home Care que acompanha as duas irmãs, explicou que o tratamento foi apenas muita hidratação, repouso e vitamina C. Não foram necessários medicamentos, apenas o controle dos sintomas, que, por conta da idade, se prolongaram por mais tempo.

Para o Secretário de Saúde, Rogério Leite, as irmãs são exemplos de superação. "A mensagem que fica é de esperança, coragem e de vontade de viver”.

pessoas mascaras coronavirus 0520 1400x800
Angelina Bambina/shutterstock

Pandemia