mulher

Arthur assume traição e Mayra volta a falar: "Difícil quando abusador vem com cara de príncipe"

arthur aguiar mayra cardi 0520 1400x800
Eduardo Martins/AgNews

Após Mayra Cardi ter exposto a relação abusiva que tinha com Arthur Aguiar, o ator se pronunciou negando que teria sido abusivo, mas confirmando que foi infiel à agora ex-esposa. Agora, a coach decidiu retomar o assunto, descrevendo as diversas formas como um relacionamento pode ser abusivo sem necessariamente envolver violência física e dando mais detalhes do que viveu ao lado do ex-marido.

Arthur Aguiar assume traição

Diante das acusações da ex-esposa, Arthur publicou no Instagram um vídeo em que chora e nega ter sido abusivo com Mayra, se dizendo surpreso pela opinião da coach sobre ele ter mudado “do nada” e se reafirmando como um bom pai.

O ator, porém, assumiu que foi infiel. "Eu traí? Traí. Me orgulho disso? Não. Tenho vergonha, me arrependo muito do que fiz. A ficha só caiu quando, de fato, a casa caiu."

arthur aguiar 1400x800 0520
Globo/Fábio Rocha

Mayra Cardi fala sobre dificuldade de reconhecer o abusador

Ao ser rebatida, Mayra compartilhou então outro vídeo em que não cita o nome do ator, mas descreve atitudes dele que já foram mencionadas enquanto descreve relações abusivas.

De acordo com a coach, ela é uma mulher que “já caiu algumas vezes nessa armadilha da vida” e, por isso, tem muito o que falar sobre o tema, mesmo não sendo uma profissional da área da psicologia. Conforme lembrou, o abusador geralmente não chega de forma agressiva, com atitudes que seriam tipicamente ligadas a um abuso, e é aí que está o problema.

“É muito mais fácil quando o abusador vem com cara de monstro, vem estuprando, vem batendo, assim fica mais fácil de identificar. Mas é muito difícil quando o abusador vem com cara de príncipe, com cara de coitadinho, educado, conquistador, abre a porta do carro, te dá flores. Aos pouquinhos, você vai não só caindo nos encantos, mas deixando de ser você, perdendo sua personalidade, caindo cada vez mais nas mentiras”, disse.

Em seguida, ela afirmou que as exigências do abusador em um relacionamento são algo que as pessoas abusadas geralmente acatam, “moldando-se” à vontade dele – e isso se apresenta de várias formas. “’Sua blusa está decotada demais’ ou ‘sua saia está curta demais’”, disse, prosseguindo com exemplos cada vez mais drásticos que envolvem inclusive se afastar de pessoas queridas.

“‘Eu não gosto desse seu amigo, ele dá em cima de você, ele é apaixonado por você e só você não vê’. De repente, você não fala mais com seu amigo. ‘Eu não gosto dessa sua amiga porque ela fala alto demais, porque ela é p* demais, sai com todo mundo’. E você já não tem mais sua amiga. ‘Eu não gosto desses seus amigos aqui, a casa fica muito cheia, muito barulhenta’. E aí sua casa está vazia, não está cheia nem barulhenta”, disse.

Além disso, ela citou também episódios de chantagem emocional. “Ela pode ter várias coisas envolvidas: a família, os filhos, os valores... ‘Como é que vai ser a sua vida sem mim?’. ‘Eu vou te deixar se você fizer isso’. ‘Assim para mim não funciona’. E aí fica aquela manipulação, aquela chantagem emocional sendo regada pelas mentiras diárias”, afirmou a coach, ressaltando que a pessoa abusada geralmente cede por amor.

“Você está louca para acreditar. A pessoa te trai, cria uma imagem de pai perfeito, de marido perfeito, e aí você descobre as traições, ela chora, fala que vai mudar, que não entende por que te faz sofrer... Você também chora, você também sofre, porque você ama muito”, explicou Mayra, afirmando também que a dificuldade em sair da relação está justamente neste ponto.

“Sim, você ama seu abusador – e é exatamente por isso que se chama ‘relação abusiva’. Você não está amarrada, você não está presa, e você não quer terminar. Nós nunca queremos terminar, nós não sabemos como sair, porque nós estamos presas psicologicamente nessa manipulação e nesse abuso diário. [...] Ele pode tudo, enquanto você não pode nada”, pontuou.

No vídeo, ela citou também abusos relacionados ao dinheiro – e não só de abusadores que sustentam as vítimas e, por isso, exigem ter suas vontades atendidas. “Tem abuso quando ele pega seu dinheiro, entra nas suas contas, gasta seu cartão e você acha que ‘Ah, era tudo nosso, está tudo certo. Ele é meu marido, não custa nada’. Quando ele está pegando o seu dinheiro”, disse.

Segundo ela, o abusador tende a realmente se ver no direito de fazer tudo isso e, muitas vezes, são infiéis. “Normalmente, os abusadores traem. Traem bastante. E manipulam, mentem diariamente que vão mudar. Eles prometem – e você acredita. Porque tudo o que você mais quer é acreditar que, de verdade, você vai ter uma família feliz como ele te prometeu”, afirmou a coach, que já relatou traições da parte dele.

Mayra lembrou também que o relacionamento abusivo não depende das características da vítima. “Não importa o quão forte você seja, o quão inteligente você seja, o quão estudada você seja, ou de que área você seja. Até se você for psicóloga você pode estar sujeita, sim, a cair na tentação de um abusador”, disse ela, declarando também que o fato de a vítima ser empoderada pode até contribuir para a manutenção da relação.

“Você dá uma chance, afinal de contas você sabe o que está fazendo, você é forte, você é segura, não é possível que ele está te enrolando”, explica. Por fim, ela lembrou que, ao contrário do que disse Arthur e de diversos comentários acerca da situação, não foi “do nada” que o relacionamento passou de algo bom para algo abusivo – e esta ideia está no fato de que o choque de realidade é, geralmente, algo repentino.

“Muitas vezes as pessoas não entendem. ‘Mas eles eram tão felizes, ele falava tão bem dela, ela falava tão bem dele, do nada mudou?’. Não, não é que ‘do nada mudou’. Talvez ‘do nada’ você tenha conseguido ter coragem de falar ou de ver aquilo que estava na sua cara e você não via. De falar aquilo que estava entalado e você não sabia, não conseguia, tinha medo”, concluiu.

Assista ao vídeo na íntegra:

Mayra Cardi: relacionamento abusivo, separação e mais