Famosos dão exemplo de caridade ao doar comida e cobertores à população de rua

Instagram

A pandemia do novo coronavírus afeta negativamente a vida de muitas pessoas além daquelas que contraíram a Covid-19. As desigualdades sociais ficaram ainda mais escancaradas, e a fome e a rua se tornaram realidade de parte significativa da população.

Por conta disso, famosos decidiram sair de suas casas e deixar o isolamento para ajudar quem precisa. Adriane Galisteu, Felipe Titto, Mariana Ximenes e Fernanda Paes Leme são exemplos de celebridades que também aproveitaram seus milhões de seguidores para divulgar ações.

Famosos ajudam moradores de rua

O ator Felipe Titto chamou atenção para o frio que tem feito em São Paulo. Durante a madrugada, ele distribui cobertores e meias para moradores de rua da capital.

"A ideia disso aqui era deixar claro pra todos vocês o quão fortes e especiais vocês são, e também pra que possam se inspirar pra fazer um pouquinho pelo próximo!!", escreveu em seu Instagram.

Instagram

Já a apresentadora Adriane Galisteu tem ajudado o projeto "Rango Solidário", que distribui marmitas para pessoas em situação de rua.

"Sim, mais um domingo cheio de amor... obrigada Senhor por permitir que nosso dia seja assim", afirmou em sua rede social.

Instagram

A atriz Mariana Ximenes participou de uma ação para produção e distribuição de 1500 marmitas para ONGs, comunidades, asilos e moradores de rua.

"Eu sei, foi um dia, só um dia. Mas foi um dia inesquecível. Pretendemos mais. Estamos aceitando doações de insumos ou mesmo dinheiro para essa missão", alertou no Instagram, por onde também divulgou outras ações para ajudar pessoas desamparadas durante a pandemia.

Instagram

Mariana foi uma das celebridades que ajudou a arrecadar fundos para a ONG Casa do Zezinho, que atua na região do Capão Redondo, zona sul de São Paulo, uma das mais afetadas pela pandemia.

Já Fernanda Paes Leme arregaçou as mangas assim que se curou da covid-19. Ao lado de outros voluntários, deu início a um grupo para produção e distribuição de marmitas para pessoas em diversas situações de vulnerabilidade.

Instagram

"Esse post não é para mostrar o que eu faço ou deixo de fazer. É para inspirar a quem puder,fazer o seu 'pouco' também. De pouco em pouco, pessoas são curadas, pessoas são alimentadas, pessoas resistem. É muito triste pensar em isolamento quando pessoas não possuem nem casa. É muito triste falar em higiene quando pessoas não possuem nem água", afirmou no Instagram.

Combate ao coronavírus