mulher

Não deixar de dar abraços e beijos é mais importante para o casamento do que sexo

casal namorados amor 0818 1400x800
LilacHome/Shutterstock

Casais que estão juntos a muito tempo podem perceber uma normal redução na frequência das relações sexuais ao longo dos anos. O fenômeno é comum e não deve ser fonte de grande preocupação quando o objetivo final é a felicidade do casamento.

A troca de afeto no dia a dia tem um impacto bem maior na construção de um relacionamento sólido e feliz, segundo um recente estudo científico.

Abraços e beijos garantem satisfação do casamento

casal carinho beijo 0119 1400x800
Roman Samborskyi/shutterstock

De acordo com uma pesquisa publicada pela Universidade Binghamton, de Nova York, toques íntimos que não levam necessariamente ao sexo, como beijos, abraços e cafunés, por exemplo, são muito mais importantes do que uma grande frequência sexual para construir um relacionamento mais forte.

Para o estudo, os pesquisadores usaram uma amostra de 184 casais com mais de 18 anos, constituídos por maridos e esposas. Eles foram entrevistados separadamente sobre suas tendências de apego, a quantidade de toque e afeto rotineiro em seus relacionamentos e sua satisfação total.

casal carinho abraco 0317 1400x800
wavebreakmedia/Shutterstock

Foi descoberto que quanto mais carinho rotineiro os casais experimentavam, mais se sentiam satisfeitos com o toque de seus parceiros. Tanto homens quanto mulheres associaram níveis mais altos de afeto de rotina à satisfação do relacionamento.

No geral, a pesquisa mostrou uma significativa associação entre afeto físico não sexual e casamentos sólidos, embora os dados não possam estabelecer causa e efeito.

Relacionamento amoroso