Apresentador que pegou coronavírus após subestimar doença diz: "Não façam o que eu fiz"

Sikêra Jr., apresentador do programa “Alerta Nacional”, da Rede TV, confirmou estar com o novo coronavírus. Ele está em casa e seu estado de saúde é estável.

Em entrevista a Mayara Rocha, que ocupa seu lugar no programa durante sua recuperação, ele fez um alerta para o público: “Não subestimem a doença. Não façam o que eu fiz. Não subestimem. É mais sério do que eu imaginava, se cuidem.”

Sikêra Jr. apresentou sintomas de gripe

O apresentador revelou estar sendo acompanhado em casa por um infectologista e seu cardiologista. Não disse muito sobre como passou os últimos dias, mas afirmou ter tido sintomas de gripe e que, agora, está bem.

“A gente acha que só pega fogo na casa do vizinho, e a vida me dá essa lição. A gente não acredita enquanto não acontece com a gente. Enquanto está no vizinho, está ‘ótimo’, mas conosco é totalmente diferente.”

sikera jr 1400x800 0420
Reprodução/RedeTV

Sikêra disse que algumas pessoas chegaram a questionar o fato dele ter continuado a trabalhar fora de casa mesmo com a quarentena decretada para conter o avanço da doença, como se esse tivesse sido o motivo dele ter ficado doente, mas o apresentador afirmou que não teria feito diferente.

A suspeita é a de que Sikêra contraiu o novo coronavírus dentro de casa mesmo. Sua esposa estava sendo acompanhada por uma enfermeira, que, posteriormente, foi diagnosticada com covid-19.

Equipe emocionada

Durante a entrevista, sua equipe se reuniu para desejar boa recuperação a Sikêra e que ele volte logo ao trabalho. Todos se emocionaram muito.

O apresentador disse querer voltar logo ao trabalho, mas que sabe que é preciso se recuperar completamente para não colocar ninguém da emissora em risco. “Não vou voltar tão cedo. Essa semana, pelo menos, não. É melhor eu me tratar, me cuidar, para a gente, depois, continuar tocando o barco.”

sikera jr equipe 1400x800 0420
Reprodução/RedeTV

Sikêra mora em Manaus, no Amazonas. O estado tem uma das situações mais críticas do país, com quase todos os leitos para pacientes com covid-19 ocupados.

De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Amazonas registrou, até essa quarta-feira (29), mais de 4,8 mil casos confirmados do novo coronavírus. Há ainda outros 954 pacientes internados considerados suspeitos.

Famosos com covid-19