Lais Souza fala da própria tetraplegia para passar mensagem de esperança a todos

Instagram

Diante da pandemia do COVID-19 e de tantas notícias e informações sobre o coronavírus, é inevitável que nosso psicológico fique abalado, fazendo com que pensamentos negativos venham à tona.

Mais foi em um momento difícil que a ginasta Lais Souza redescobriu a esperança e usou essa experiência para transmitir uma mensagem de otimismo em meio ao coronavírus.

Coronavírus: mensagem de esperança de Laís Souza

Em 2014, a ginasta Lais Souza ficou tetraplégica após sofrer um acidente de esqui. De repente, sua vida mudou completamente e ela, que usava os movimentos do corpo como instrumento de trabalho, não conseguia mais mexer nada do pescoço para baixo.

Instagram

Quando começou o tratamento para a recuperação, ela estava devastada e tudo parecia preto e branco, mas foi através da pintura e das cores que ela redescobriu a esperança.

Nas redes sociais, ela usou esse exemplo para trazer uma mensagem de otimismo às pessoas em meio ao caos do coronavírus que estamos vivendo.

No Instagram, ela compartilhou uma foto pintando um quadro e como não podia segurar o pincel com as mãos, ela desenvolveu a habilidade de segurá-lo com a boca.

Instagram

E foi baseada nessa superação que ela escreveu uma linda mensagem provando que é possível acreditar, mesmo quando a situação parece impossível de ser resolvida:

"Nessa pandemia, eu sei que é difícil, quase impossível ver cores! milhões de brasileiros sem empregos, ou com eles ameaçados. milhões de mulheres com inúmeros filhos sem saúde, saneamento básico (há muitas décadas). talvez eu imagine o quanto é difícil, pois no momento que descobri que não mexo do pescoço pra baixo, cheguei a pensar ser impossível. MAS NÃO É! o amor a mim mesma e ao próximo me fazem descobrir 'toda beleza que há nas cores'".

Além disso, Lais ainda recomendou que a gente tire um pouco a atenção das notícias ruins e disse para aproveitarmos esse momento de isolamento para fazermos aquilo que sempre queremos, mas não temos tempo.

Instagram

"Leia artigos na internet sobre assuntos que lhe interessa; veja documentários que lhe acrescentem; assista shows antigos, cozinhe com muito carinho; tome um banho demorado e corte as unhas; leia o livro esquecido; escreva mensagens de amor aos que lhe rodeiam; pinte novos sonhos!", finalizou a ginasta.

Lais Souza: momentos de superação