mulher

Mulheres estão usando anel no dedo mínimo como prova de amor próprio

Por que esperar alguém colocar um anel em seu dedo para, supostamente, mostrar o quão especial você é, quando você pode fazer isso sozinha?

O relevante questionamento faz parte de um movimento batizado de “Pinky Promise”, em que mulheres passam a usar uma espécie de aliança no dedo mindinho, comprada por elas mesmas, como prova de amor próprio.

Anel no dedo mínimo é símbolo de amor próprio

A ideia de usar um anel no dedo mínimo para indicar amor próprio foi criada por Melody Godfred e Samira Far que, juntas, criaram a empresa Fred + Far.

O anel serve como lembrete para a necessidade de a mulher se amar e tirar um tempo de sua vida ocupada para nutrir ativamente esse amor. Melody teve a ideia quando percebeu que seu próprio compromisso com ela mesma estava falho.

"Eu tinha atingido todos os marcos: educação, carreira, casamento, hipoteca, maternidade, mas minha conexão comigo mesma se dissipou. Então eu decidi usar um novo anel em um novo dedo", explicou a idealizadora no site da empresa.

Ao contrário de um anel de noivado, que exige ser escolhido por outro e só pode ser usado por um grupo seleto de mulheres, esse anel de compromisso pode ser usado por qualquer mulher, em qualquer estágio de sua vida.

Os anéis da marca contam com um triângulo invertido, um símbolo antigo do divino feminino, segundo Samira. Cada joia vem com um cartão que declara: "Prometo me dedicar a me honrar, me escolher e a me lembrar diariamente de mim mesma".

Amor próprio e autoestima