Thelma do BBB ralou muito para se formar em medicina: ajuda do marido foi essencial

thelma bbb 02 20 1400 800
Globo/Victor Pollak

Thelma Asis, é uma das participantes do "Big Brother Brasil 20". Médica, empoderada, mulher de opinião e personalidade, ela tem uma linda história de vida e batalhou muito para chegar onde chegou.

Quando o marido entrou em sua vida, a luta ficou um pouco mais fácil e, com o apoio dele, ela conseguiu se formar na faculdade. Conheça a trajetória da participante.

História de vida de Thelma do "BBB"

Instagram

Aos 35 anos, Thelma decidiu participar do "BBB20" e desde que entrou na casa, contou um pouco sobre sua história de vida, que é cheia de superação.

Instagram

Adotada com apenas três dias de vida, Thelma descobriu que não era filha biológica de seus pais através de uma ligação anônima e apesar do baque, o amor por eles só cresceu desde então.

A descoberta sobre a adoção de forma abrupta, foi só uma das dificuldades que a participante teve que enfrentar na vida, mas ela nunca deixou de sorrir.

Instagram

Embora tenha enfrentado muitos percalços na vida, Thelma sempre foi muito alegre e o que fazia e ainda faz dela uma pessoa sorridente é a música.

Além de bailarina formada, ela também é passista da escola de samba Mocidade Alegre e foi voltando de um ensaio que ela conheceu o marido Denis.

Juntos há dez anos, seu apoio e auxílio foram muito importantes para que a participante conseguisse terminar a faculdade.

Carreira e ajuda do marido

Instagram

O sonho de Thelma era se tornar médica, mas as condições financeiras da família não permitiam que os pais bancassem a faculdade. Mas ela não desistiu e após estudar dia e noite durante três anos, conseguiu uma bolsa de 100% em uma universidade particular.

Durante os anos de estudo, ela morou em uma pensão e tinha que se manter com apenas R$ 300 por mês.

Instagram

Como o dinheiro era pouco, ela não conseguia comprar livros nem materiais para as aulas práticas, mas as coisas melhoraram quando Denis entrou em sua vida.

Na época ele era mecânico e Thelma conta que, muitas vezes, ele deixava de sair e usava o dinheiro de um passeio ou jantar romântico para pagar um boleto dela e com a ajuda do marido, ela se tornou médica anestesista.

Preconceito

Única mulher negra da turma, durante uma conversa com as colegas de confinamento, ela contou que sempre sofreu preconceito por causa da cor da pele.

Instagram

Certo dia, ela estava em uma loja de roupa onde as vendedoras estavam todas uniformizadas, mas, mesmo assim, outros clientes achavam que ela era funcionária.

"Estavam todas uniformizadas e o uniforme delas era bem característico. Aí eu estou lá, escolhendo e uma pessoa chega e fala: 'moça, você pega isso aqui para mim'. 'eu não trabalho aqui, a funcionária está ali'. Aí teve uma hora que eu respondi uma mulher e dois minutos depois o marido dela me perguntou. Aí você acha que é o quê?", desabafou.

No hospital isso também acontece. Thelma diz que poucas vezes a reconhecem por sua profissão: "podem me dar qualquer função, menos a de anestesista".

Thelma no "BBB"

Embora seja autêntica no "Big Brother", o público chamou a atenção para o fato de a participante ainda não ter visibilidade no programa.

No início do reality, ela foi chamada de planta, mas alguns internautas dizem que essa atribuição se deve ao pouco que ela aparece nas edições que a produção faz do programa.

Agora, ela está ganhando mais visibilidade no jogo e o público diz que ela é uma das pessoas mais sensatas e perspicaz, já que esta sacando algumas coisas que nós conseguimos ver aqui fora:

"Big Brother Brasil": melhores momentos