Céline Dion homenageia seu grande amor exatamente 4 anos após morte

celine dion
Getty Images

No Instagram, Céline Dion postou uma foto para lembrar os quatro anos sem o marido, René Angélil, que morreu em 2016 aos 73 anos. Na legenda, a cantora canadense comentou que não se passa um dia sequer sem que ela lembre do sorriso do amado. Os dois estavam juntos há mais de 29 anos, mas se conheciam desde quando ela era apenas uma adolescente.

Céline Dion e René Angélil: uma história de amor

Quando Céline tinha 13 anos, um de seus irmãos enviou um vídeo dela cantando para René, um renomado agente musical. Ele, então, convidou a adolescente para fazer um teste em Québec, no Canadá. A partir de então, René passou a agencia-lá.

celine dion marido 1400x1307 0120
Paul Smith/Shutterstock

Os dois só começaram a namorar quando a cantora tinha 19 anos, como ela já contou em algumas entrevistas. O casal, porém, optou por manter o relacionamento em segredo por cerca de cinco anos, já que René era 26 anos mais velho. Céline já disse em algumas entrevistas que tinha muito medo do que os outros iriam pensar.

Eles se casaram em 1994 com uma super festa que foi até transmitida pela TV canadense. A cantora sempre falava sobre o carinho que sentia pelo marido, que era seu companheiro profissional e de vida. “Quando você está apaixonada, quer gritar para todo mundo ouvir”, ela disse.

View this post on Instagram

21 years today 💍 21 ans aujourd'hui 💕 #tbt

A post shared by Céline Dion (@celinedion) on

Nos primeiros anos de casamento, a carreira de Céline foi alavancada pelo sucesso da música "My Heart Will Go On", que apareceu no filme “Titanic”. Em 1998, no entanto, René foi diagnosticado com um câncer na garganta, mas fez o tratamento e ficou bem.

Em 2001, o casal teve seu primeiro filho, René Charles. Nove anos depois, em 2010, eles tiveram os gêmeos Nelson e Eddy. Alguns anos mais tarde o tumor de René reapareceu e, dessa vez, ainda mais agressivo.

celine dion filhos 1400x1183 0120
Ethan Miller/Getty Images

Durante esse período, Céline contou que fez tudo que podia para deixar o amado mais confortável. “Eu dizia: 'Você está com medo? Entendo. Fale comigo’. E René respondia :'Quero morrer em seus braços'. Tudo bem, eu estarei lá, você vai morrer nos meus braços”, ela revelou durante uma entrevista.

O empresário morreu no dia 14 de janeiro de 2016, o que deixou Céline muito abalada, já que ela viveu quase a vida toda ao lado do marido. Após a morte do companheiro, ela disse que ele era o único em sua vida: “Ainda estou casada com ele. Nunca beijei outro homem em toda a minha vida”.

celine dion marido 1400x1726 0120
Miller/Getty Images

Com o tempo, a artista foi aprendendo a lidar com o sentimento de perda e também a tocar a sua vida sem o amado por perto. Mesmo assim, ela sempre relembra com carinho o legado que René deixou.

“Não há um dia que passe sem que eu pense no seu lindo sorriso. Sentimos sua falta, obrigado por cuidar de nós, meu amor. Eu te amo”, escreveu a cantora no Instagram para lembrar o aniversário de quatro anos de morte do marido.

Homenagens após a morte