Ver pai baleado mudou a vida de Angélica: trauma de infância ajudou a torná-la uma estrela

Nascida em Santo André e criada em São Bernardo do Campo, municípios de São Paulo, Angélica começou a carreira artística ainda criança e, hoje, aos 45 anos de idade, já soma mais de 30 anos de profissão.

Quem é fã da apresentadora já sabe que ela deu seus primeiros passos para a fama na infância, mas nem todo mundo conhece um difícil episódio vivido pela famosa que, apesar de traumático, foi um dos fatores que fizeram dela uma estrela.

Angélica viu o pai ser baleado por ladrões

Instagram

Quando tinha apenas 4 anos, Angélica presenciou um assalto dentro de casa e, na ocasião, seu pai levou dois tiros dos ladrões bem na frente dela. Ela viu todo o desespero da mãe e, no programa de seu marido, Luciano Huck, falou sobre o episódio.

"Eu lembro que minha mãe ia se escorando na parede e a mão dela ia arrastando sangue", disse na ocasião, lembrando da cena traumática.

Instagram

O pai de Angélica foi operado e ficou bem, mas a apresentadora ficou traumatizada. Por causa do ocorrido, se distanciou do mundo.

“Eu não conseguia sair de casa e minha mãe via que a única coisa que eu assistia na TV e que me deixava feliz era o Chacrinha”, contou a apresentadora que, na infância, adorava imitar as Chacretes, dançarinas que apareciam na atração.

Angelina, mãe da apresentadora, decidiu então levar a filha ao programa do “velho guerreiro” para ver se ela perdia o medo das pessoas.

Instagram

Ela contou para Chacrinha o que a filha tinha passado e, comovido, o apresentador deixou a menina ficar no camarim para não ter que “enfrentar” a plateia logo de cara.

Mesmo com medo, Angélica participou de um concurso no palco e foi escolhida a criança mais bonita do Brasil. Ela recebeu o título dois anos seguidos.

Desse dia em diante, a vida da pequena mudou. A apresentadora foi chamada para fazer varias propagandas e nunca mais parou.

Angélica superou trauma e virou estrela

Instagram

Em 1987, com 13 anos de idade, Angélica já comandava o programa “Nave da Fantasia”, da TV Manchete. Pouco tempo depois, substituiu Xuxa no “Clube da Criança” e, no mesmo ano, lançou a música “Vou De Táxi”, que estourou nas rádios. O sucesso então só aumentaria, transformando Angélica em uma das apresentadoras mais queridas do país.

Em entrevistas, Angélica diz que o episódio violento que presenciou na infância foi determinante em sua vida. “O assalto foi um mal horrível, mas que me trouxe o bem”, refletiu a famosa, que ainda declara: “o que curou o meu trauma foi a televisão”.

Fotos de Angélica antes da fama

Veja mais fotos de Angélica na infância:

Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram

Angélica na intimidade