Ator Pedro Neschling revela ser deficiente auditivo: "Para espalhar amor e inclusão"

Instagram

O ator Pedro Neschling contou em seu Instagram que, apesar de pouca gente saber, ele tem uma deficiência auditiva. Ele revelou que sente os efeitos da surdez há muito tempo, mas que apenas quatro anos atrás aceitou que usar o aparelho auditivo era necessário.

Pedro Neschling revela ser deficiente auditivo

Pedro afirmou que sua surdez não era total: “Apesar da minha grave perda em algumas frequências – eu praticamente não escuto agudos – tenho a capacidade de ouvir um tanto”.

Instagram

Esse “tanto”, como ele mesmo diz fez com que ele se negasse o aparelho por muito tempo: “E assim ao longo da vida eu me recusava a encarar a verdade: que eu precisava usar aparelho auditivo”.

O ator disse que ele não conseguia enxergar aquilo como algo normal, como é o caso de alguém que precisa usar óculos “Depois de décadas sofrendo as consequências sociais de não escutar normalmente, comecei a usar aparelho há 4 anos”, relatou, mostrando que a deficiência afetava muito seu dia a dia.

Instagram

A mudança, ele afirmou, foi gritante: “E já não sei como levei minha vida antes disso. Você que escuta normalmente não faz ideia da dificuldade que é ser surdo sem auxílio”.

“Precisamos falar mais sobre isso e tornar natural a compreensão da surdez. Informar sobre a reabilitação auditiva, fundamental pra quem tem essa deficiência”, disse Pedro. Ele faz parte do projeto #surdosqueouvem, uma iniciativa formada por pessoas com perda auditiva que fazem uso de algum dispositivo eletrônico para ouvir melhor.

Instagram

Como o próprio ator contou ao relatar sua história, muitos deficientes auditivos enfrentam problemas que dificultam o acesso ao tratamento. Ele mesmo passou boa parte da vida sem aceitar que era normal ter que usar um aparelho. “Vamos espalhar amor e inclusão”, finalizou o artista.

Leia o relato completo de Pedro Neschling

Pouca gente sabe mas eu sou deficiente auditivo. O famoso surdo. “Ah, Pedro, como assim? Mas você não ouve?”. Sim, apesar da minha grave perda em algumas frequências – eu praticamente não escuto agudos – tenho a capacidade de ouvir um tanto. E assim ao longo da vida eu me recusava a encarar a verdade: que eu precisava usar aparelho auditivo. Não por preconceito, porque juro que nunca vi qualquer problema nisso. Mas tampouco entendia que isso pudesse ser normal, como usar óculos é. Depois de décadas sofrendo as consequências sociais de não escutar normalmente, comecei a usar aparelho há 4 anos. E já não sei como levei minha vida antes disso. Você que escuta normalmente não faz ideia da dificuldade que é ser surdo sem auxílio. Sobretudo porque se trata de uma deficiência “invisível”, difícil de fazer quem não sofre entender. Outro dia postei uma foto em que meu aparelho aparecia e me colocaram em contato com a @cronicasdasurdez. E então conheci a linda campanha #surdosqueouvem que ela encabeça. Fiquei muito emocionado! Somos 30 milhões de surdos no Brasil. Isso mesmo, 14% da população. Precisamos falar mais sobre isso e tornar natural a compreensão da surdez. Informar sobre a reabilitação auditiva, fundamental pra quem tem essa deficiência. Se você é surdo que ouve ou conhece alguém que é, me conta aqui. Marca seu amigo. Deem uma olha na hashtag. Vamos espalhar amor e inclusão.

Deficiência auditiva: dificuldades e aceitação