Internet é tomada por respostas ótimas após comentários de Britto Jr. sobre Piovani

britto jr apresentador 0916 1400x800
Divulgação / Record

Ainda que a sociedade esteja - a passos de formiga - cada vez mais aberta à diversidade, não é raro que as pessoas interpretem essa abertura de forma errada. Um exemplo disso foi a fala do apresentador Britto Jr. que, recentemente, decidiu dar um conselho não-solicitado à atriz Luana Piovani no Twitter e, no processo, acabou dando diversas declarações machistas e homofóbicas.

Britto Jr. gera polêmica e internautas respondem

Além de afirmar que Luana está “precisando de um homem” (algo bastante ultrapassado, já que após décadas crescendo sob a “missão” de casar-se e ter filho, as mulheres hoje sabem que podem fazer muito além disso), ele também se referiu a homens gays como “maricas” e colocou pessoas hétero na posição de oprimidas, afirmando que eles agora são quem sofre preconceito e ignorando o fato de que, no Brasil, ocorre uma morte por homofobia a cada 16 horas (segundo dados mais recentes de um relatório feito a pedido da Comissão Interamericana de Direitos Humanos e divulgado pelo Uol) versus zero mortes pela chamada "heterofobia".

luana piovani 0518 1400x800
João Miguel Junior/Globo

Seus comentários, é claro, geraram muita revolta e renderam uma grande discussão necessária nas redes sociais. Diante das falas do apresentador, os internautas elucidaram o que é opressão de verdade, mostrando que comentários homofóbicos e machistas não passam mais despercebidos por muita gente:

Debates nas redes sociais