Fogaça se emociona e diz que faz questão de mostrar Olívia: "Muitos se envergonham"

Sempre que possível, Henrique Fogaça fala sobre o carinho que sente por sua filha Olivia. Afinal, para o chef de cozinha, o amor pela menina não deve ser vergonha alguma.

Em um tocante depoimento dado a Ana Hickmann, no canal da apresentadora no YouTube, o jurado do MasterChef Brasil deu detalhes de como a filha ajuda a enriquecer sua vida e se emocionou ao explicar por que acha importante mostrar que tem uma filha com necessidades especiais.

Henrique Fogaça fala do amor por Olivia

Quando Olivia nasceu, Fogaça contou que a menina logo mostrou que algo diferente lhe acompanhava. Segundo o chef, assim que veio ao mundo, a menina não chorou e logo foi direcionada à incubadora.

Desacreditada por médicos ainda no nascimento, o que deixou Fogaça e a então esposa, Fernanda Corvo, bastante irritados, a pequena teve sua expectativa de vida cravada em 2 ou 3 anos no máximo na época. Hoje, ela está com 12.

Segundo Fogaça, os médicos de Olivia não conseguiam afirmar que a menina carregava alguma condição. Os pais só foram descobrir que, de fato, a filha era portadora de necessidades especiais um mês depois.

Até hoje a doença exata da jovem é uma incógnita e exames são feitos para saber qual é a real condição que lhe acomete.

Desse modo, a doença de Olivia é uma realidade na vida da família de Fogaça. Assim, o que o chef decidiu tomar para si é uma escolha que ele leva até hoje: “Falei: ‘Fernanda, desencana. Vamos dar amor para a Olivia e fazer a vida seguir.'”

Hoje em dia, Fogaça não esconde de ninguém o quanto a filha tem um valor importantíssimo em sua vida. E ele explica o porquê: "A Olivia, de uma certa forma, é quem me dá força, ajuda a resgatar pequenos valores, como um sorriso, olhares e pequenas coisas que as pessoas esquecem."

Fogaça sente orgulho da filha

O jurado do MasterChef Brasil faz questão de garantir que a filha compartilhe com ele experiências normais do dia a dia, como passeios, viagens e outros pequenos gestos de liberdade e lazer.

Em recente viagem a Maceió (AL), na qual Olivia foi nomeada embaixadora da APAE, o chef fez questão de levar a filha para desfrutar a praia local. "Essa viagem foi muito boa porque ela sempre fica no quarto, passeia no prédio. Quando eu estou com a Olivia, eu a levo ela nos lugares, porque ela tem que viver, tem que sentir a vida."

Para Fogaça, é importante que a menina não fique "escondida".

"Tem família que deixa as crianças trancadas, que têm vergonha. Eu gosto de mostrar a Olivia. Ela é uma pessoa. As pessoas amam a Olivia. Ela é uma extensão minha. As pessoas vivem com estereótipo de que tudo é perfeito", disse o chef, emocionando-se.

Confira a entrevista na íntegra:

Henrique Fogaça e Olivia