Modelos da Nike demonstram que esportes não têm tamanho

Depois de ter revolucionado a indústria da moda esportiva com tamanhos plus size, a Nike continua apostando que a beleza cabe em todos os tamanhos. Além das manequins, a marca se rendeu às mulheres de carne e osso, usando as coleções mais recentes.

Roupas esportivas plus size: Nike

A Nike tentou durante anos a inclusão de todos os tipos de mulheres e corpos em suas campanhas. No entanto, sua iniciativa teve um boom com o recente início da Copa do Mundo Feminina de 2019.

A marca adicionou esforços de diversidade ao slogan "Dream Crazier", que faz parte de uma campanha que convida as mulheres a superarem os limites impostos a elas desde pequenas.

E, embora seja uma iniciativa louvável e necessária no momento, a Nike não deixou de ser alvo de várias críticas nas redes sociais e na mídia internacional.

Muitos acusam a marca de "normalizar" a obesidade, e há até mesmo usuários que dizem que a propaganda é "enganosa" porque "mulheres gordas não correm".

Modelos e manequins apresentam diversidade

View this post on Instagram

Flex up if you’re getting after it today. 💪

A post shared by Nike Women (@nikewomen) on

Em resposta, numerosos depoimentos de Mindy Grossman, ex-CEO global de roupas da Nike, foram compilados por seguidores e portais informativos. Grossman está cansado de ouvir críticas e respostas tão rudimentares:

Estou incomodado com todos aqueles que estão errados ao dizer que ter manequins e modelos maiores está contribuindo para a promoção da obesidade (...) É sério?

A marca só tenta incluir em seus públicos todas as pessoas que existem na realidade cotidiana. Todos os membros da sociedade de hoje exigem representação em todas as áreas.

Reação do público

Apesar de tudo, há mais pessoas que veem algo positivo na aposta da Nike, como destacou o uma usuária que comentou no vídeo abaixo, agradecendo à marca ao contar sua experiência pessoal.

"Obrigada por diversificar as suas mensagens, acho que também mereço parecer bonita nas minhas sessões de exercício. Sim, visto tamanho 48 e, sim, posso correr".

Por que precisamos combater a gordofobia?

Ainda hoje, a sociedade se recusa a deixar de lado seus preconceitos "tradicionais". Supor que todas as mulheres gordas estão doentes ou não podem correr é o mesmo que fingir que todas as mulheres magras estão em perfeita saúde.

O que você acha da aposta da Nike?

Modelos plus size

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Carol Sandoval.