Marquezine reativa conta e volta ao Instagram com textão mais necessário do dia

Depois de desativar seu Instagram, Bruna Marquezine decidiu retornar à rede social. E a data para a volta da atriz não poderia ser melhor: no Dia da Mulher e exaltando a força feminina.

Bruna Marquezine volta ao Instagram

View this post on Instagram

🐆

A post shared by Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) on

Em um longo texto publicado no Instagram, Marquezine contou que seu retorno à rede social após deixá-la desativada por alguns dias neste Dia da Mulher não foi planejado. A decisão de voltar aconteceu depois que uma mensagem enviada por uma grande amiga, a atriz Maisa Silva, a sensibilizou.

“8 de março de 2019. #8M Não esperava sair do meu momento de recolhimento hoje, estava pronta pra só ouvir, absorver, mas fui surpreendida de manhã pela mensagem de uma jovem mulher que admiro muito, a @maisa. E a mensagem dela me emocionou de uma forma inesperada, não só pelo conteúdo de extrema delicadeza e maturidade e pelo apoio que ela me ofereceu, mas porque ela me enche de esperança nas próximas gerações e me inspira.”

Fala sobre ser mulher

View this post on Instagram

Pronta pro meu carnaval. Uber select-se.

A post shared by Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) on

No mesmo texto que explica seu retorno, Bruna mencionou a famosa citação da teórica feminista Simone Beauvoir sobre o que é ser mulher. “A gente se torna mulher, não nasce, como disse Simone de Beauvoir.”

Esse mesmo processo de “tornar-se” é influenciado pelo feminismo, como bem lembrou Bruna. E tal processo proporciona muitas lições e, principalmente, o prazer de conhecer mulheres que se dedicam muito a lutar pela igualdade de direitos.

“E também não acorda feminista, é um processo. E é um processo sem fim, com erros, acertos, tombos, vitórias e confusões no meio do caminho. Ajuda ter ao nosso lado mulheres maravilhosas, que nos ensinam quando erramos e celebram nossas conquistas, porque para nos julgar nunca faltou gente nesse mundo patriarcal.”

Foi exatamente o contato com mulheres tão incríveis, como a amiga Maisa, que Bruna se sente grata e emocionada.

“Acho que por isso ver a militância extremamente consistente e coerente de uma menina de 16 anos que já consegue compreender tão bem a importância e o conceito de feminismo me emociona tanto, me faz querer lutar, me dá força e me enche de coragem.”

Dia de Luta

View this post on Instagram

Carnaval mood. UberX-se

A post shared by Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) on

Bruna, ainda, lembrou que o dia 8 de Março é um dia de luta para mulheres e que o que se deseja neste dia não são palavras bonitas, mas garantia de que respeito, segurança, igualdade e tantos outros direitos fundamentais à vida sejam garantidos a elas.

“Hoje é dia de lembrar que o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio. Não queremos flores, queremos que parem de nos matar, que nos respeitem, queremos o fim da cultura do estupro, e acabar com ela é papel também dos homens. Não nos deseje um feliz dia ou um raso parabéns, diga ao seu amigo que a piada machista dele não tem graça, que não é correto compartilhar aquele vídeo na tentativa de rebaixar uma mulher por ser dona do seu desejo, nem rotula-la pela roupa que veste, pelo modo que fala ou pela maneira que se comporta. E ainda quando possível lute com ela pela equiparação de seus salários se estiverem exercendo a mesma função. Troque os textões por empatia e respeito diário!”

Por fim, a atriz lembrou que o Dia da Mulher também é um dia de saudar aquelas que tanto já lutaram por pautas pertinentes a vida de mulheres no passado e reforçar que ninguém está sozinha na batalha pela garantia de igualdade de direitos e respeito.

“Mas além de tudo isso aproveitemos hoje, mulheres, para aplaudir aquelas que na história tanto fizeram por nós, nos permitindo estar aqui hoje usufruindo dos nossos direitos e lutando por mais. Para essas sim deixemos os parabéns e toda nossa gratidão. Nunca serão esquecidas! E aplaudo também aquelas que são exemplos lindos hoje e continuam resistindo e caminhando em direção a evolução. Como a Maisa. Aliás, essa menina de tanta luz começou uma corrente no Twitter exaltando mulheres que a inspiram e eu vou dar continuidade por aqui. @mariacasadevall @sophiecharlotte1@iza @priscillaalcantara @hatalia@fenobre @marinamoschen@jumattoni @ritalazzarotti Vocês me inspiram! Somos ainda mais fortes e corajosas quando andamos de mãos dadas! #MaisJuntasQueNunca #8M #8M2019”

View this post on Instagram

8 de março de 2019. #8M Não esperava sair do meu momento de recolhimento hoje, estava pronta pra só ouvir, absorver, mas fui surpreendida de manhã pela mensagem de uma jovem mulher que admiro muito, a @maisa. E a mensagem dela me emocionou de uma forma inesperada, não só pelo conteúdo de extrema delicadeza e maturidade e pelo apoio que ela me ofereceu, mas porque ela me enche de esperança nas próximas gerações e me inspira. A gente se torna mulher, não nasce, como disse Simone de Beauvoir. E também não acorda feminista, é um processo. E é um processo sem fim, com erros, acertos, tombos, vitórias e confusões no meio do caminho. Ajuda ter ao nosso lado mulheres maravilhosas, que nos ensinam quando erramos e celebram nossas conquistas, porque para nos julgar nunca faltou gente nesse mundo patriarcal. Acho que por isso ver a militância extremamente consistente e coerente de uma menina de 16 anos que já consegue compreender tão bem a importância e o conceito de feminismo me emociona tanto, me faz querer lutar, me dá força e me enche de coragem. Hoje é dia de lembrar que o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio. Não queremos flores, queremos que parem de nos matar, que nos respeitem, queremos o fim da cultura do estupro, e acabar com ela é papel também dos homens. Não nos deseje um feliz dia ou um raso parabéns, diga ao seu amigo que a piada machista dele não tem graça, que não é correto compartilhar aquele vídeo na tentativa de rebaixar uma mulher por ser dona do seu desejo, nem rotula-la pela roupa que veste, pelo modo que fala ou pela maneira que se comporta. E ainda quando possível lute com ela pela equiparação de seus salários se estiverem exercendo a mesma função. Troque os textões por empatia e respeito diário! Mas além de tudo isso aproveitemos hoje, mulheres, para aplaudir aquelas que na história tanto fizeram por nós, nos permitindo estar aqui hoje usufruindo dos nossos direitos e lutando por mais. Para essas sim deixemos os parabéns e toda nossa gratidão. Nunca serão esquecidas! E aplaudo também aquelas que são exemplos lindos hoje e continuam resistindo e caminhando em direção a evolução. Como a Maisa. (Continua nos comentários)

A post shared by Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) on

Veja o texto completo:

"8 de março de 2019.#8M Não esperava sair do meu momento de recolhimento hoje, estava pronta pra só ouvir, absorver, mas fui surpreendida de manhã pela mensagem de uma jovem mulher que admiro muito, a @maisa. E a mensagem dela me emocionou de uma forma inesperada, não só pelo conteúdo de extrema delicadeza e maturidade e pelo apoio que ela me ofereceu, mas porque ela me enche de esperança nas próximas gerações e me inspira. A gente se torna mulher, não nasce, como disse Simone de Beauvoir. E também não acorda feminista, é um processo. E é um processo sem fim, com erros, acertos, tombos, vitórias e confusões no meio do caminho. Ajuda ter ao nosso lado mulheres maravilhosas, que nos ensinam quando erramos e celebram nossas conquistas, porque para nos julgar nunca faltou gente nesse mundo patriarcal. Acho que por isso ver a militância extremamente consistente e coerente de uma menina de 16 anos que já consegue compreender tão bem a importância e o conceito de feminismo me emociona tanto, me faz querer lutar, me dá força e me enche de coragem. Hoje é dia de lembrar que o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio. Não queremos flores, queremos que parem de nos matar, que nos respeitem, queremos o fim da cultura do estupro, e acabar com ela é papel também dos homens. Não nos deseje um feliz dia ou um raso parabéns, diga ao seu amigo que a piada machista dele não tem graça, que não é correto compartilhar aquele vídeo na tentativa de rebaixar uma mulher por ser dona do seu desejo, nem rotula-la pela roupa que veste, pelo modo que fala ou pela maneira que se comporta. E ainda quando possível lute com ela pela equiparação de seus salários se estiverem exercendo a mesma função. Troque os textões por empatia e respeito diário! Mas além de tudo isso aproveitemos hoje, mulheres, para aplaudir aquelas que na história tanto fizeram por nós, nos permitindo estar aqui hoje usufruindo dos nossos direitos e lutando por mais. Para essas sim deixemos os parabéns e toda nossa gratidão. Nunca serão esquecidas! E aplaudo também aquelas que são exemplos lindos hoje e continuam resistindo e caminhando em direção a evolução. Como a Maisa. Aliás, essa menina de tanta luz começou uma corrente no Twitter exaltando mulheres que a inspiram e eu vou dar continuidade por aqui. @mariacasadevall @sophiecharlotte1@iza @priscillaalcantara @hatalia@fenobre @marinamoschen@jumattoni @ritalazzarotti Vocês me inspiram! Somos ainda mais fortes e corajosas quando andamos de mãos dadas! #MaisJuntasQueNunca #8M #8M2019"

Dia da Mulher