Influencer revela comentários horríveis que recebe por celulites - e resposta é incrível

A pressão para que mulheres se encaixem em padrões de beleza é enorme e, à vezes, as coloca a mercê dos mais diferentes tipos de agressões. Foi o que aconteceu com a digital influencer Ariella Nyssa, que revelou ter sido vítima de comentários horríveis apenas por não ter um corpo “adequado”.

Apesar do desabafo de Ariella chamar atenção pelos grau de violência que os ataques direcionados a ela carregavam, vale a pena notar como a influencer conseguiu transformar as ofensas em força e mostrar aos haters que não existe corpo “adequado” ou “inadequado” - e sim mulheres com corpos reais.

Influencer revela ofensas recebidas por seu corpo

View this post on Instagram

I get hurtful comments all the time about the back of me. “Your cellulite is disgusting”, “your ass is too fat”, “you look unhealthy and lazy”. Comments I’ve seen way too often. I used to get upset about these comments. I used to let them dictate how I felt about my own body. My confidence shrivelling up as I scrolled. But I’ve realised now that cellulite? Stretch marks? Fat? ITS NOT UGLY. In fact it’s natural. It’s real. It’s WOMEN. So many girls I know have cellulite or marks and it makes me so sad to know that majority of us are ashamed of them! There needs to be a new trend that takes over social media! One that normalises cellulite so us girls can learn to LOVE it! There’s nothing wrong with your body. There’s nothing wrong with your cellulite. It is here and here to stay! So get used to it ✌🏻

A post shared by Ariella Nyssa (@ariellanyssa) on

Para contar sobre as ofensas que já recebeu ao longo da vida sobre o seu corpo, Ariella dividiu um longo texto em seu perfil no Instagram, rede social em que a influencer reúne, ao menos, 256 mil seguidores que acompanham relatos sobre aceitação do corpo, confiança e outros assuntos ligados a autoestima.

Dessa vez, Ariella falou sobre os comentários dolorosos que costuma receber sobre o seu bumbum ao compartilhar uma foto dessa parte de seu corpo.

“‘Suas celulites são nojentas’, ‘sua bunda é muito gorda’, ‘você parece não ser saudável e preguiçosa’”, citou a influencer ao falar das críticas já direcionadas a ela sobre o seu bumbum.

Autoestima abalada

Content temporarily unavailable: https://www.instagram.com/p/BtAbYZsnK2r/

Segundo Ariella, comentários sobre suas celulites costumavam deixá-la bastante chateada, além de definirem sua relação com o próprio corpo – já que sua confiança diminuía conforme ela lia as críticas.

E, da mesma forma que Ariella teve sua autoestima abalada, também acontece com outras meninas sentirem vergonha de seus corpos simplesmente porque marcas corporais ainda não são bem aceitas pela sociedade.

“Tantas mulheres que eu conheço têm celulite. Me deixa tão triste que a maioria de nós sinta vergonha delas", comentou Ariella.

Ofensas transformadas em força

View this post on Instagram

Okay I’m not going to lie, this past week I have not being feeling good. I got my period and the flu at exactly the same time, and I tell ya it is not pretty. When it’s my time of month my mind always tries to steer clear of taking pictures or leaving the house. My mind is overcome with negative feelings about my body and my emotions are on a whirl wind 🤭 I sat down this morning and wrote down all my feelings in my journal and I realised that THIS is still beautiful. That I’m a beautiful mess. A growing, changing, BEAUTIFUL mess. No sitting up straight, no sucking in, no high waisted swim bottoms to hide my love handles. This is REAL. And sometimes, if not most of the time, LIFE IS MESSY. WE ARE MESSY. Instagram tries to trick us into thinking people have perfect lives and that their airbrushed and photoshopped bodies are their reality. IMPERFECT is reality. MESSY is reality. MISTAKES are REALITY. And that is the real beauty of humans. We are imperfect, messy people that make mistakes and all look completely and act completely different! How cool is that! Embrace your individuality. Embrace your mess. Embrace your bloated period stomach. Embrace your emotions. Embrace your rolls or the parts of your body you used to be ashamed of. For they are the most beautiful parts of you ❤️ p.s I just uploaded a new YouTube video! Go onto my profile to check it out and send it some lovin 🦋🦋

A post shared by Ariella Nyssa (@ariellanyssa) on

Tudo mudou, segundo Ariella, quando ela passou a entender que aqueles comentários não faziam sentido. Afinal, todas as suas marcas corporais e características criticadas são elementos naturais que não deveriam ser usados como ofensas.

“Então, eu entendi que celulites, estrias, gorduras não são feias. Na realidade, elas são naturais. São reais. É ser mulher.”

Na opinião da influencer, algo que poderia contribuir muito para a vida de muitas mulheres e, especialmente, para a relação dessas com seus corpos é o modo como as celulites são vistas – especialmente nas redes sociais, espaço em que a exigência por corpos “perfeitos” ainda existe.

“Precisa existir uma nova tendência nas redes sociais. Uma que normalize as celulites para que nós, meninas, possamos amá-las. Não há nada de errado com o seus corpos. Não há nada de errado com as suas celulites.”

Empoderamento do corpo