História de vida de Danrley vai muito além do “picolé na praia”: 4 detalhes emocionam

danrley bbb vida 0219 1400x800
Globo/Victor Pollak

Danrley Ferreira, 20 anos, é o participante mais jovem do BBB19, mas já viveu muitas situações na vida que o aproximam à realidade de (boa) parte da população brasileira.

Morador da Rocinha, no Rio de Janeiro, e de origem pobre, Danrley já deu declarações muito poderosas a respeito de sua vida fora da casa mais vigiada no Brasil e, por essa razão, muita gente torce para que o jovem seja o vitorioso desta edição do reality show.

História de vida de Danrley Ferreira: antes do BBB19

danrley bbb19 0119 1400x800
TV Globo

Apresentado ao público como estudante de Biologia e vendedor de picolé, Danrley Ferreira conquistou parte da audiência do reality show global antes mesmo de entrar na casa: de origem pobre, ele teve a história de vida comparada à de Gleici Damasceno, vencedora do BBB18, que inclusive já falou que gosta bastante da participação do jovem na casa.

Nas redes sociais e mesmo dentro da casa, Danrley compartilha flashes de sua vida que mostram que ele é um jovem bastante dedicado e que enfrentou e enfrenta algumas barreiras criadas pela desigualdade social para conseguir realizar todas as suas capacidades.

Relação de amor e orgulho com os pais

View this post on Instagram

As pessoas que mais amo nessa vida. Minha base!!!

A post shared by Danrley Ferreira🍦 (@danrleyoficial_) on

Falar sobre a relação com seus pais é outro assunto que emociona Danrley. Ele já demonstrou que seus laços com a mãe, Maria de Lurdes e com o pai, Everaldo, são de puro amor e orgulho.

"A imagem que está na minha mente, todo dia a imagem que está na minha mente, é do meu pai, me olhando", disse a outros participantes ao comentar sobre quando recebeu a notícia de que estaria dentro do BBB.

Em outro momento, Danrley falou novamente sobre a importância de estar ali, com a aprovação de seu pai. "Só queria que ele soubesse o quanto ele é importante", disse a Rodrigo.

O carinho pela mãe também já foi motivo de conversa dentro da casa. "Minha mãe tá velhinha já. Vou dar o mundo para ela ainda", comentou o jovem, conforme matéria do site de entretenimento GShow.

Trabalhar para ajudar a família

Como muitos jovens brasileiros, Danrley revelou que começou a trabalhar cedo para contribuir com a renda familiar e bancar sua alimentação e transporte para a faculdade. Em diversos relatos, ele mostra que é "pau para toda obra", por já ter trabalhado vendendo picolé na praia, como atendente de lanchonete e, antes de entrar no BBB, dando aulas particulares.

"No verão passado, eu ganhei dinheiro vendendo picolé. Mas, quando chegou março, voltando as aulas, a praia não era a mesma coisa. Aí, foi diminuindo. Comecei a faculdade à noite, a estudar Física na UFRJ", disse em conversa com Rodrigo.

"Aí eu vendia picolé de manhãzinha, tinha que voltar umas duas da tarde, porque saía às três para chegar no Fundão às seis e meia. Aí saí da faculdade, porque eu estava devendo lá, e comecei a trabalhar numa lanchonete, das cinco às duas da manhã". Quanto retornou à faculdade, e até antes de entrar no BBB, Danrley dava aulas particulares.

Valorização dos professores e estudo

View this post on Instagram

Bem focado.

A post shared by Danrley Ferreira🍦 (@danrleyoficial_) on

A começar com seu depoimento, compartilhado com os outros participantes do BBB, sobre as dificuldades para conseguir ingressar na faculdade.

Ele é estudante de Ciências Biológicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro, a UFRJ. Danrley conseguiu passar em primeiro lugar no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o curso de Física na UFRJ e depois mudou de curso.

Para chegar no Ensino Superior, entretanto, o estudante precisou "ralar" e trabalhar ainda no Ensino Médio.

"No terceiro ano do Ensino Médio, eu estudava de manhã e à tarde eu fazia estágio na Delegacia da Justiça Federal, no Fórum Criminal. Boa parte da galera fazia o pré-vestibular, era mais suave, tinha condições de comprar um material legal e tal. E eu trabalhava a tarde inteira e chegava em casa à noite só. Foi assim o Ensino Médio quase todo", contou em uma conversa dentro do reality show.

A ocasião serviu também para que Danrley destacasse a importância que professores incentivadores tiveram em sua vida de estudos.

"Aí, meu professor de física vendo meu esforço, viu meu resultado em sala, falou com ex-alunos dele de um colégio muito bom, o Colégio Santo Agostinho. Um colégio particular muito bom, um dos melhores, pegou o material do pessoal e deu pra eu estudar pro Enem. Foi a base do meu estudo pro Enem. Cada livro sinistro e caro".

Por ter tido tanta ajuda de docentes, Danrley já falou que, ao se formar na faculdade, também quer ser professor, para transmitir o conhecimento que luta tanto para ter.

Dedicação ao esporte

View this post on Instagram

Que saudade dessa época

A post shared by Danrley Ferreira🍦 (@danrleyoficial_) on

Em seu Instagram, Danrley já publicou várias fotos em que pratica atletismo, modalidade em que até conquistou algumas medalhas.

Ele fazia parte da equipe de Atletismo da Rocinha. Ele contou aos participantes do BBB (vídeo abaixo) que, nas Olimpíadas, chegou a assistir a uma competição de 200 metros em que um de seus ídolos, Usain Bolt, correu e ganhou.

BBB 19: polêmicas e acontecimentos