Jeito como Maiara e Maraísa se trataram no Altas Horas chamou atenção até de Serginho

A parceria entre as irmãs Maiara e Maraisa encantou a todos que participaram do programa “Altas Horas”, da Rede Globo, e rendeu comentários muito bacanas dos participantes e até do apresentador da atração, admirados com o jeito como as irmãs se tratam.

Carinho entre Maiara e Maraisa

Em sua participação no “Altas Horas”, Maiara e Maraisa falaram sobre profissão e os desafios que tiveram ao longo da carreira - intercalando a entrevista no programa com apresentações de músicas que as consagraram no cenário artístico.

Em dado momento, Maraisa cantou sozinha a canção “Medo Bobo”, um dos sucessos da dupla e escrito por ela mesma.

Ao final da apresentação, Serginho Groisman parabenizou Maiara por abrir mão do palco e deixar a irmã protagonizar a canção sozinha.

“Ela que foi a culpada de ter acontecido isso na nossa vida, porque eu nunca me vi cantando uma música sozinha. 'Medo Bobo' foi a última música a entrar no DVD. Eu falei: ‘Já que você que fez, está bonito demais, então canta você”, contou Maiara.

Além de parabenizar as irmãs pelo trabalho, Groisman também chamou atenção para o modo como as suas se trataram durante todo o "Altas Horas": “Elas ficam o programa inteiro uma dando a mão para a outra”, surpreendeu-se o apresentador.

maiara maraisa 1400x800
Globo/Fábio Rocha

De fato, em diversos momentos da gravação era possível ver as irmãs, sentadas uma ao lado da outra, trocando carinho de forma muito inspiradora.

Tamanho afeto entre as irmãs também não passou despercebido por Roberta Miranda, uma das convidadas do “Altas Horas”, junto a Sandy e Maria Gadu. “São muito carinhosas, né? Carinhosas entre elas, e carinhosas entre todos os colegas. Isso é lindo”, disse a cantora.

Não é de hoje que Maiara e Maraisa nos surpreendem com demonstrações de afeto entre si.

Durante as gravações do programa “Festeja Brasil”, Maiara lembrou que hoje em dia a companhia da irmã é extremamente necessária. “A gente fica na estrada, e só temos uma à outra.”

Maiara e Maraisa: força do sertanejo