Eis o desafio da puberdade mais inspirador que você verá hoje (e vai entender o motivo)

Recentemente, a hashtag #DesafioDaPuberdade viralizou na web e motivou muita gente a compartilhar evoluções físicas de todo o tipo. O “desafio” incentiva que as pessoas mostrem como mudaram desde a adolescência, e a jornalista, youtuber e escritora Alexandra Gurgel emocionou muita gente com a contribuição que fez para a hashtag.

Fugindo do “antes e depois” comum em que as pessoas mostram o peso que perderam, a carioca focou no difícil caminho que percorreu no processo de aceitação do próprio corpo durante os últimos 15 anos e deixou um recado para quem sente dificuldades em lidar com o preconceito que pessoas fora do padrão enfrentam.

Relato “body positive” de Alexandra é inspirador

A foto do "antes" escolhida pela jornalista mostra Alexandra adolescente na escola e, na legenda, ela contou como se sentia desconfortável naquela época. “Nesse dia estava calor (Campo Grande, Rio de Janeiro, era quente todo dia) e eu era a única das minhas amigas vestindo casaco”, disse.

Segundo ela, a escolha de roupas que não condiziam com o clima e a faziam sentir mal era motivada pela vontade de esconder o corpo. “Não aceitava meu corpo, meus braços, minhas costas... Eu sorria, mas por dentro me sentia péssima”, relatou a carioca.

Na segunda foto, porém, Alexandra aparece sorridente e usando uma blusa que deixa a barriga aparecendo. O momento aconteceu no programa “Encontro com Fátima Bernardes” (TV Globo), onde Alexandra discutiu seu livro, “Pare De Se Odiar”, e se mostrou muito mais autoconfiante do que era na adolescência.

“Hoje minha vida é ajudar pessoas a saírem do buraco que eu vivi durante muito tempo. O tempo passa e, se você quiser, ele muda a seu favor”, escreveu a jornalista, se referindo ao longo e difícil período em que preferia passar calor a expor o corpo.

Buscando espalhar autoestima, ela deixou um recado para quem está em uma situação parecida: “Seja VOCÊ MESMA! Não tem liberdade maior do que estar em paz dentro do seu corpo. Ele é lindo, é seu, toma posse dele e segue o baile porque, meuamô, TUDO PASSA!”.

Veja a postagem:

Autoaceitação, amor próprio e mais