mulher

5 coisas que você faz todo dia e contribuem muito para sua ansiedade (e você não nota)

mulher ansiosa triste 0518 1400x800
Stock-Asso/Shutterstock

Engana-se quem pensa que a ansiedade pode ser desencadeada apenas por eventos pontuais, como um momento de estresse no trabalho ou um rompimento amoroso. Este transtorno, que atinge nada menos que 18,6 milhões de brasileiros de acordo com a Organização Mundial da Saúde, está relacionado ao nervosismo antecipado que pode fugir do controle e se transformar em sensações negativas e até depressão.

Mesmo pessoas que não tenham este distúrbio diagnosticado já experimentaram sentimentos de ansiedade e até pânico em algum momento da vida. No dia a dia, ações simples como tomar muito café e ficar acordado até tarde contribuem com a ansiedade e, muitas vezes, são tão corriqueiras que passam até despercebidas.

Alimentos e hábitos que agravam ansiedade

Tomar café

Não há dúvidas que o café traz benefícios para a saúde: possui antioxidantes e propriedades que ajudam até a emagrecer. Mas, como a cafeína é um estimulante, o excesso pode piorar a ansiedade. Não, não é preciso desistir do café: a dica é diminuir as quantidades diárias ou substituir por outras bebidas, como os chás sem cafeína.

Dormir tarde

A privação do sono tende a gerar cansaço e até exaustão. E esses são sintomas que agravam o quadro de nervosismo antecipado.

De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia, em Berkeley, a falta de sono desempenha um papel na aceleração de regiões do cérebro que contribuem para a preocupação excessiva. Para espantar a ansiedade, nada melhor que incluir uma boa rotina de sono – de sete a oito horas por noite.

mulher deitada sofa 0518 1400x800
Stokkete/Shutterstock

Jogar-se no sofá

Nada como ficar esticado no sofá e assistir a uma maratona de séries no final do dia. Mas este comportamento sedentário aumenta os riscos de desenvolver ansiedade, segundo pesquisa do BMC Public Health.

Nos estudos analisados, a maioria encontrou associações entre o tempo gasto sentado no sofá sem fazer nada com aumento de crises de ansiedade. A falta de atividade física diária também pode desencadear angústias e momentos de apreensão.

Não sair do celular

Horas e horas a fio conectado no smartphone gera ainda mais ansiedade. O quadro pode piorar quando o telefone está com 1% de bateria (e ninguém ao redor tem um carregador) e se o indivíduo está esperando um e-mail, telefonema ou mensagem importante. A tecnologia faz parte do cotidiano mas contribui para deixar as pessoas inquietas e até com sinais de depressão.

Alimentação desregrada

O que você come tem relação direta com seus níveis de ansiedade, de acordo com a Stress Management Society. Junk food e comidas gordurosas aumentam o estresse enquanto alimentos saudáveis, ricos em vitaminas e minerais, ajudam a controlar a inquietação. Bons hábitos alimentares contribuem para a manutenção da saúde física e também mental.

Como controlar a ansiedade