Como deixar de ser ciumenta: 10 passos que dão autoestima e diminuem desconfiança

mulheres com ciumes 1216 1400x800
LaVika/Hopeful.ya/Shutterstock

Como ser menos ciumenta é importante não apenas para o relacionamento, mas também para a saúde da pessoa que se deixa levar por esse sentimento. A insegurança prejudica a individualidade e a autoestima, além de causar brigas e traumas que são ruins para a vida amorosa.

Ciúmes é um sentimento normal de todo casal, mas é preciso ficar atento aos excessos. "O ciúme doentio coloca a confiança à prova a todo momento, o que faz com que a união deixe de ser positiva e entre em um processo de investigação, aprovação e desaprovação", explica a psicóloga Deborah Oliveira, que continua: "Isso transforma afeto em relação de posse que, muitas vezes, é abusiva".

É preciso ficar atento ao problema, que faz com que o ciumento se sinta inferior ao outro e deixe de acreditar em suas habilidades, o que é extremamente maléfico para a própria pessoa. "Ela sofre por se sentir vulnerável, o que abala a autoestima e reflete em todas as relações interpessoais", esclarece a sexóloga Priscila Junqueira.

Como deixar de ser ciumenta em 10 passos

Geralmente, existem sinais do ciúmes doentio. Ele se expressa na relação a dois, mas também pode estar presente em outros tipos de convívio, com amigos e parentes, por exemplo. Independente disso, o principal combatente desta sensação é o autoconhecimento, que acarreta em mais segurança, autoestima elevada e segurança.

"É muito importante que o companheiro também faça o mesmo exercício de tentar compreender o porquê do ciúme e não apenas justificar seus atos ou discutir pelas acusações que lhe são feitas. Assim, o casal encontrará alternativas para minimizar o ciúme e o sofrimento", explica psicóloga Deborah Oliveira.

1. Assuma que sente ciúmes

mulher vendo celular do parceiro 1216 1400x600
astarot/Shutterstock

Não adianta negar. É preciso reconhecer o desconforto para assim tomar as medidas necessárias para resolvê-lo. Por isso, esse é o primeiro e mais importante passo para começar a se livrar dele.

2. Reflita sobre o motivo dos seus ciúmes

mulher pensando 1216 1400x600
Warpboyz/Shutterstock

Você sente ciúmes de amigos do companheiro, dele sair com amigos ou este incômodo vem de traumas do passado? Identificar as causas reais do sentimento é essencial para entendê-lo e tratá-lo. Observe mais os momentos em que você tem crises e avalie as atitudes que mais despertam esse sentimento ruim em você.

3. Converse sobre o assunto

casal conversando 1216 1400x600 0
wavebreakmedia/Shutterstock

Não tenha vergonha de botar as cartas na mesa e contar o que sente. Deste modo, vocês podem desenvolver a confiança um no outro e também definirem o que é suportável para cada um. Com certeza isso ajudará aos dois a saber como lidar com as situações mais extremas.

4. Lembre as relações que teve no passado

casal se separando 1216 1400x600
Antonio Guillem/Shutterstock

De acordo com a sexóloga Priscila Junqueira, há pessoas que trazem para o presente os problemas de relacionamentos antigos, e esse é um dos principais motivos para desenvolver um ciúme muito doentio. É necessário reconhecer que cada parceiro é diferente e único, ou seja, não é porque um antigo namorado a traiu que o atual faria o mesmo.

5. Reconheça suas qualidades e faça o que te dá prazer

mulher sorrindo feliz 1216 1400x600
Joana Lopes/Shutterstock

Realizar tarefas para aumentar o amor próprio é essencial para deixar de ser ciumenta, já que uma pessoa bem resolvida não se sente tão dependente do parceiro. Busque fazer atividades que você gosta e explore suas qualidades e habilidades.

6. Faça atividades sozinha ou com amigos

amigos juntos 1216 1400x600
Rawpixel.com/Shutterstock

A psicóloga Deborah Oliveira explica que uma pessoa ciumenta deve valorizar sua individualidade para, assim, elevar autoestima e ganhar independência. Portanto, não deixe de sair sozinha ou com seus amigos para ficar apenas com seu parceiro. Depositar toda sua felicidade na outra pessoa nunca trará efeitos positivos, você precisa ter claro que sua vida não depende desse relacionamento. E o mesmo vale para a outra parte: é uma forma de exercer a liberdade do casal e ainda aprender a controlar o ciúmes.

7. Não faça comparações entre si e as pessoas com quem ele já se envolveu

mulher com ciumes 1216 1400x600
skynesher/iStock

Cada pessoa possui características, pontos positivos e defeitos diferentes. Não se  compare com as antigas parceiras de seu companheiro, pois se ele está com você é porque gosta do seu jeito, aparência e personalidade. Esse tipo de pensamento costuma ser bastante contagioso e destruir sua autoestima.

8. Não emburre: fale sobre o ciúme no momento em que sentir

casal triste 1216 1400x600
fizkes/Shutterstock

É bastante comum que a pessoa que sente ciúmes reaja de forma introspectiva e "emburre", deixando de agir com normalidade. A falta de diálogo é um dos 5 maiores erros que casais cometem. O ideal é conversar com seu companheiro no momento em que sentir ciúme, a fim de esclarecer o que a incomodou e ouvir o outro lado. Deixar para resolver o assunto depois pode aumentar o ressentimento e ainda causar angústia, o que é ruim para a própria pessoa.

9. Cuide da ansiedade e controle menos

mulher com ansiedade 1216 1400x600 0
Mixmike/iStock

A ansiedade é um fator prejudicial para os relacionamento e também para a saúde. "Ela traz pensamentos negativos e ainda cria ilusões que não tem relação alguma com a realidade. Por exemplo, este problema pode fazê-la pensar que o companheiro está a traindo apenas pelo fato de ele não ligar ou demorar para ver uma mensagem", explica a sexóloga Priscila Junqueira. Uma dica para amenizar o quadro é apostar em técnicas para controlar o nervosismo e a ansiedade.

A especialista ainda explica que o impulso controlador é danoso para a vida, já que há coisas que são impossíveis de serem controladas. É preciso aceitar que sempre haverá algo que irá fugir do nosso comando e que ficar preocupada antecipadamente não irá adiantar nada, pelo contrário, apenas causará mais sofrimento.

10. Busque ajuda especializada

mulher na terapia 1216 1400x600
Dmytro Zinkevych/Shutterstock

Caso você sinta que não consegue deixar de ser ciumenta e desconfiada sozinha, procure um psicólogo que poderá ajudá-la a enfrentar o problema.

Segundo a sexóloga Priscila Junqueira, sessões de terapia promovem o autoconhecimento, o que é essencial para aumentar a autoestima. O atendimento especializado também poderá ajudar a superar traumas do passado, o que a fará lidar melhor com os relacionamentos atuais. 

Relacionamentos saudáveis