Mais de 42% das profissionais estão infelizes no trabalho: como ter prazer na carreira?

insatisfeita trabalho infeliz 1216 1400x800
Bablab/iStock

Se você sofre ao sair da cama diariamente só de pensar que deverá enfrentar no trabalho situações monótonas ou ter que lidar com funções pouco animadoras, saiba que não está só. Segundo uma recente pesquisa realizada pelo portal Superela com 3 mil mulheres, mais de de 42% das profissionais estão infelizes no emprego.

De acordo com o levantamento, 26,1% das mulheres gostariam de mudar de profissão ou de empresa, enquanto 16,2% reconhecem que não têm prazer em suas tarefas diárias, mas persistem na função apenas por necessidade financeira. Fortalecer a autoestima é um dos primeiros passos para minimizar a insatisfação e ser mais feliz na carreira. Confira dicas:

Como ser mais feliz e ter prazer no trabalho

desmotivacao profissional trabalho 1016 1400x800
Stokkete/Shutterstock

1. Evite fazer comparações com colegas e chefes e inspire-se nos profissionais que admira, elegendo o que eles fazem que considera interessante e observe para aprender. Dessa forma você pode conseguir estímulo extra para os desafios e ter mais paixão pelo trabalho.

2. Encare e supere seus medos para ser capaz de sair da zona de conforto que tanto prejudica sua carreira e evita avanços que podem trazer mais prazer e satisfação no trabalho.

3. Aceite desafios e candidate-se para estar à frente de novos projetos. Caso eles não apareçam, crie você mesma. Seja proativa e mostre que suas ideias são interessantes e que merecem ser avaliadas.

trabalho tedio cansaco 1016 1400x800
cyano66/istock

4. Assuma seus erros, pare de tentar colocar a culpa em colegas ou mesmo na função que realiza. Admitir os próprios equívocos e aprender com eles atrai a confiança de chefes que, certamente, entende que todo mundo erra e o que o importante é parar de se lamentar e seguir adiante.

5. Sempre que possível proponha trabalhos em equipe para não ficar estagnada nas mesmas funções. O contato com colegas de diferentes áreas, perfis e experiências enriquecem suas ideias e garante maiores habilidades.

6. A falta de motivação no trabalho pode aparecer quando você percebe que os objetivos que pensava ter na profissão não condizem com seus ideais e perfil, e que foram estabelecidos por seus pais ou mesmo por uma pressão social, como uma forma que você imaginava ter para impressionar. Reflita sobre o que realmente deseja e não tenha medo de seus sonhos.

mulher estressada trabalho 1400x800 0816
Shutterstock/jesadaphorn

7. Reflita e pare para analisar novas estratégias na carreira. Tente seguir seus próprios métodos de trabalho para escolher um caminho em que as metas sejam prazerosas e que combinem com o que tem em mente e no coração.

8. Tenha completo domínio dos motivos pelos quais você exerce determinadas tarefas. Quando você entende exatamente o que está produzindo ou para que servirá, de fato, seu trabalho, fica mais fácil ter motivação para melhorar ou mesmo mais prazer no cotidiano.

9. Para ter equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional, procure diariamente responder a três simples perguntas: "O que vou apreciar hoje?", "Pelo que devo ser grata?" e "O que eu farei hoje para ser feliz?". As respostas podem ser surpreendentes e melhorar a confiança e a autoestima.

mulher cansada trabalho 1016 1400x800
ldutko/Shutterstock

10. Evite o excesso de cobranças. É importante sempre se esforçar, mas caso não tenha conseguido concluir alguma atividade, procure entender os motivos do atraso, identifique o que barrou seus objetivos e melhore no mês seguinte. Se cobrar demais só causa frustração e pode comprometer a autoestima.

11. Preserve a autoestima e, sempre que possível, comemore suas conquistas, por menores que pareçam. Presenteie-se, tire um tempo para fazer algo que gosta e aproveite o lado bom da vida. Se ainda não tem um hobby, adquira. Ele é comprovadamente uma fonte de prazer que ajuda no bem-estar profissional e pessoal.

Trabalho e vida pessoal