pop

6 filmes clássicos do Zé do Caixão que o transformaram em mestre do terror

ze do caixao 0220 1400x800 5
Pontada no Apêndice/Olhos de Cão Produções Cinematográficas/Gullane

Considerado o pai do terror brasileiro, José Mojica Marins entrou para a história do cinema nacional com o apelido Zé do Caixão, nome de seu personagem mais icônico. Mas não foi o único, o cineasta tem um vasto currículo artístico, com mais de 40 obras.

Como ator, diretor e roteirista, Zé do Caixão esteve em filmes que foram pioneiros e se tornaram referência no gênero.

Listamos 6 obras que você precisa assistir para entender o trabalho marcante do cineasta.

Melhores filmes de Zé do Caixão

“À Meia-Noite Levarei Sua Alma” (1964)

ze do caixao 0220 1400x800 1
Indústria Cinematográfica Apolo

A primeira vez em que o personagem Zé do Caixão apareceu foi no longa, que é considerado o primeiro filmes de terror brasileiro. Na trama, o protagonista é um coveiro que, na obsessão de ter um filho, mata a esposa infértil e sai em busca da mulher perfeita.

Em entrevistas, Mojica contou que a história foi baseada em um pesadelo e que ele decidiu atuar porque não encontrou ninguém que topasse fazer o filme. Originalmente, “À Meia-Noite” foi feito para ser exibido à meia-noite, na última sessão dos cinemas, mas o sucesso foi tanto que marcou o nome Zé do Caixão.

“Delírios de um Anormal” (1978)

ze do caixao 0220 1400x800 2
Produções Cinematográficas Zé do Caixão

O filme conta a história de um psiquiatra, Hamilton, que é assombrado pelos delírios que tem com o Zé do Caixão. O próprio cineasta aparece na trama interpretando a ele mesmo, tentando convencer o médico de que Zé do Caixão é apenas um personagem fictício.

“Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver” (1967)

ze do caixao 0220 1400x800 3
Ibérica Filmes

O filme é a continuação de “À Meia-Noite Levarei Sua Alma” e traz novamente o coveiro em busca da mulher ideal para ser a mãe de seu filho, desta vez com um novo ajudante. Na trama, Zé do Caixão é amaldiçoado por uma de suas vítimas e começa a enfrentar forças do além, enquanto se relaciona com a filha de um importante coronel da cidade.

"O Despertar da Besta” (1969)

ze do caixao 0220 1400x800 4
Fotocena Filmes/Ovni Indústria Cinematográfica

Apesar de ter sido lançado em 1969, o filme foi censurado pela ditadura militar e só foi exibido publicamente nos anos 80. O longa acompanhava quatro pessoas sob efeito de LSD, explorando as reações à droga. Com experiências que incluíam rituais sádicos e práticas sexuais perversas, o filme ganhou prêmio no Rio-Cine Festival.

“Encarnação do Demônio” (2008)

ze do caixao 0220 1400x800 6
Pontada no Apêndice/Olhos de Cão Produções Cinematográficas/Gullane

Décadas depois, a trilogia que começou com “À Meia-Noite” termina com “Encarnação do Demônio”. Desta vez, vemos Zé do Caixão, ainda sem conseguir ter um filho, saindo da cadeia após anos. Produzido após os anos 2000, o longa acabou sendo o mais caro do personagem e custou cerca de R$ 1 milhão.

“Inferno Carnal” (1977)

ze do caixao 0220 1400x800 7
Produções Cinematográficas Zé do Caixão

O terror conta a história do cientista George Medeiros, que começa a ser perseguido pela própria esposa. Envolvida com o melhor amigo de George, a mulher joga ácido no rosto do marido, que fica desfigurado. Tempos depois, ele retorna com um plano de vingança.

Melhores filmes de terror