Do mesmo diretor, terror de "Midsommar" é ainda mais perturbador do que "Hereditário"

midsommar 0919 1400x800 1
A24

Se Ari Aster já deixou todo mundo horrorizado com “Hereditário” no ano passado, o novo filme do diretor promete ser ainda mais perturbador. “Midsommar - O Mal Não Espera a Noite” estreou na última quinta-feira (19) aqui no Brasil e quem já assistiu garante que é impossível sair inabalado da sessão.

Com mais de 80% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, o filme chamou atenção por conseguir ser tão aterrorizante quanto “Hereditário”, que já era cheio de reviravoltas surpreendentes e fortíssimas.

"Midsommar - O Mal Não Espera a Noite"

Enredo

midsommar 0919 1400x800 2
A24

A trama acompanha um casal que está tentando se recuperar de uma crime, após uma tragédia sofrida por Dani (Florence Pugh). Para isso, eles partem em uma viagem em grupo para uma comunidade rural sueca, onde está rolando um festival folclórico que acontece apenas uma vez a cada 90 anos.

O problema é que as tradições da comunidade envolvem rituais tenebrosos de canibalismo, sacrifício humano, entre outras atrocidades. “Ainda mais do que ‘Hereditário’, ‘Midsommar’ está no encontro entre o horror e o absurdo, que faz soltar aquela risada que vem quando você não sabe como reagir”, diz o jornal australiano The Age.

midsommar 0919 1400x800 3
A24

“‘Hereditário’ falava sobre um culto que colecionava cabeças humanas, ‘Midsommar’ coleciona todo o resto e queima todos vivos. Continue por sua conta e risco”, publicou a revista Observer.

Reações

Na internet, quem já viu ficou impactado com o filme. Vejas as melhores reações:

Melhores filmes de terror